Uncategorized

Coração apertado

Olá Meninas! Estou muito angustiada e procurava um lugar para desabafar… Minha sogra é a D.Cobra em pessoa!
Sou casada há 14 anos, temos dois filhos, um casal. Temos um relacionamento muito bom, ele é compreensivo, me ajuda com as crianças, trabalhador, ainda vivemos como namorados, fazendo programas a dois, enfim temos um relacionamento saudável. O que me preocupa é o relacionamento e influência da D.Cobra.
Vivo um dilema diário, me equilibrando no fio da navalha entre discordar dos comportamentos abusivos dela e manter minhas convicções.
Em resumo, ela me odeia, sei que ela fala mal de mim para toda a vizinhança dela, me trata com desprezo na maioria das vezes (muito diferente do tratamento que ela dá a outras pessoas, só que isso nunca na frente do meu esposo). Para ajudar a entender tudo isso irei relatar algumas passagens:
* Quando nos casamos ela queria continuar lavando a roupa dele. Disse que casei com “o pacote completo” incluindo meias com chulé e cuecas sujas (tentei levar na brincadeira).
* Ela sempre quis arrumar as ajudantes da minha casa e depois fica especulando desde o que tem para comer na casa até qual a marca do sabão em pó que uso para lavar as roupas.
* Um dia peguei ela numa mentira muito grave, inventou uma doença e procurei o médico dela para saber (na verdade minha intenção não era descobrir uma mentira, eu queria ajudar meu sogro, meu esposo e meu cunhado que estavam sofrendo com a possibilidade de algo muito grave) que ficou muito surpreso com minha pergunta e desmentiu tudo.
* Quando estava grávida do meu primeiro filho, estava indo viajar de carro e ela teve a ousadia de dizer para eu tomar cuidado com o cinto de segurança, porque eu podia até morrer, mas o bebê não.
Como ela é depressiva, mesmo reclamando de certas atitudes dela com meu esposo, ele sempre se posiciona como “ela é doente”, “eu não escolhi a mãe que tenho” e muitas destas coisas eu desisti de contar para ele, para não ficar ainda mais chateada.
Até que um dia ele vem com a noticia que ela ajudaria minha mãe a cuidar das nossas crianças (minha mãe cuida 1/2 período das crianças). E que ela passaria a frequentar nossa casa 2x na semana… meu pesadelo piorou!
Minha mãe não se mete nas coisas, já a D. Cobra, manda fazer outra mistura pro almoço, tipo converso com a empregada: faz frango pro almoço, aí mais tarde ela vai lá e fala não faz frango faz bife… afff até a empregada sofre com isso!
A D. Cobra é pidona… tudo que vê na minha casa pede… até que chegou um dia ela me pediu uma orquídea, eu disse que não porque estava para mudar de casa e ia querer levar para minha nova casa. Passado alguns dias, ela levou a planta embora. Tive uma confusão grande por causa disso com ela e no final meu marido ficou ao lado dela porque ela chorou e tals…
Depois já teve outras coisas, e ele acabou ficando ao meu lado, por exemplo no dia que ela disse que eu não deveria dar minha opinião em assunto de família por que eu não pertencia a família dela.
Agora o que mais está me incomodando é a forma como ela trata minha filha. Minha menina tem 5 anos e tem chorado os dias em que pergunta qual das avós vai cuidar dela e descobre que é a D. Cobra.
Sondando a menina, e observando algumas atitudes de D. Cobra, percebo que ela protege muito meu filho, só brinca com ele, é permissiva em questões de o que ele quer comer, o que ele quer assistir, onde ele quer comer e com a menina ela é rígida, chegando a ser grossa.
Já instrui minha filha a contar estas coisas para o pai, mas ele “põe panos quentes” e D. Cobra diz que é invenção da menina, que ela mente, que é coisa de criança.
Mas além de ser coisas das quais eu vejo, minha empregada me conta também.
Tem um detalhe importante: minha filha é uma cópia minha tanto física como em algumas atitudes…
Preciso de ajuda, pois quero “encostar meu esposo na parede” mas não quero me desgastar com ele, pois realmente acho nosso relacionamento muito bom. Sugestões? Obrigada.

Anúncios

6 comentários em “Coração apertado

  1. Cada um tem as suas prioridades, por isso vou falar o que EU faria. Se os meus filhos estivessem sendo maltratados ou mesmo expostos a algo ou alguém que os prejudicasse (seja indiferença, seja mimos excessivos, por exemplo), a PRIMEIRA coisa que que faria é protegê-los e afastá-los da situação negativa. Depois, só depois, com meus filhos protegidos, eu pensaria na reação de marido/esposa, sogra, vizinho ou quem quer que seja.
    Eu, como pessoa adulta, posso suportar muita coisa em nome de manter um bom relacionamento. Mas eu não prejudicaria uma criança, que eu tenho obrigação de defender, por medo de outra pessoa não entender meus atos.

  2. Eu fiquei com uma raiva tremenda do seu marido me desculpe.
    Se nem esfregando na cara dele todas as situações ele toma uma atitude, então comece a agir sozinha. Bota a cobra no lugar dela e foda-se se o marido vai ficar chateadinho ou não.
    Vale a pena se autodestruir pra manter um relacionamento? Acho que não.

  3. Olha em primeiro lugar eu não pediria para minha filha contar nada ao pai, pois eu mesma teria uma conversa seria com o marido e deixaria bem claro que não aceitaria esse tipo de comportamento da sogra e também falaria para a sogra que não aceito nenhum tipo de distinção em relação aos meus filho e se ela continuase com o mesmo comportamento não seria bem vinda em minha casa. Eu até posso engolir uns sapos mas não aceito que destratem meus filhos.
    Em relação ao seu esposo ele é conivente com a sua sogra, você não deve aceitar as coisas que sua sogra faz tome você uma atitude pois seu esposo não irá tomar, no momento em que ele te responder que a mãe é doente ou que ele não escolheu a mãe que tem, responda para ele que isso é um problema dele e se ele não colocar a mãe dele no seu devido lugar você mesmo o fará independente da opinião dele. Faça ele se movimentar tomar uma posição não pode ficar aceitando isso. Essa é a minha opinião beijos e boa sorte!

  4. Bom, desculpa se eu for sincera demais… Porque que é que você permitiu que sua sogra também cuidasse das crianças e ficasse aí enfiada na sua casa??? Não sei se você chegou a argumentar com seu marido ou se calou para evitar confusão, mas o fato é que a sua situação está desse jeito porque você permitiu! Se você tem dinheiro pra pagar empregada deve ter também pra contratar alguém pra cuidar das crianças… E tire a sua mãe dessa história também. Assim seu marido não vai poder usar isso contra você: Ah mas se a sua mãe pode cuidar, a minha pode também! Tente tirar aquelas bruxa da sua casa, senão acabará ficando doente e seu relacionamento com o marido piorará…

  5. Eu não tenho filhos, mas creio que quando eu tiver vou defendê-losm acima de tudo, jamais iria permitir minha sogra maltratar minha e ficar calada pra marido não achar ruim, acho que vc deve ser assertiva e por seus filhos em primeiro lugar.

  6. Devenda seus filhos Mulher ! Que isso gente …. Deixar a filha sofrer pra nao se indispor com o marido é o culmulo né .Coloca essa Senhora pra correr , ja fiz isso com cinco Najas , Acredite , Voce da conta de UMA COBRA .
    o_O

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s