Uncategorized

Bate papo

Gente linda e envolvente, vamos usar esse  ♥BATE PAPO♥?

Para postar causos, por favor, cliquem em “Envie seu causo aqui” no MENU do blog.

Não custa lembrar:

  É PROIBIDO utilizar vários apelidos sendo a mesma pessoa.

Escolha um apelido e continue com ele sempre.

Anúncios

97 comentários em “Bate papo

  1. Pessoal, tenho um aviso sério:

    Quando vocês notarem que tem troll usando apelidos de pessoas conhecidas/queridas daqui, ou notarem comentários estranhos, de baixo calão, etc escrevam imediatamente como resposta ao comentário a seguinte palavra em caps lock: MODERAÇÃO.

    Com essa indicação o comentário vai pra caixa de spam e nós da moderação ficamos sabendo mais rápido do que se trata (e poderemos colocar o IP da pessoa infeliz na lista negra do blog).

    Abraços, obrigada às meninas que ficam sempre alertas!!! ❤

    E, sim, nós temos uma listinha negra muááááá!

  2. Entendi flor, pressão da família é complicado. Seu marido deve ter desenvolvido uma personalidade muito competitiva. Depois te respondo melhor, mas sugiro vc criar um post seu e tb ler sobre os desabafos sobre irmãos aqui no blog. Tem bastante coisa.

    1. Entendi, nunca tinha pensado nisso, é verdade! Ele é competitivo! Acredito que os dois sejam! Eu só não queria ser a pessoa ruim da história, porque sinceramente eu não fiz nada, e eu tonta convidando o cunhado e a cunhada pra sair e vir aqui em casa, eu me sinto muito burra por não ter pecebido.
      Não sei se quero criar um post meu, fico com medo de falar sobre isso. Vou ler os outros casos sobre problemas entre irmãos, muito obrigada Ana Terra!

  3. Meninas, tudo bem?

    Alguma de voces decidiu cortar relações completamente com a sogra? E quem tem filhos, como foi em relação a isso, o marido vai com os filhos na casa da naja e voces ficam?
    To quase em colapso, nao suporto a voz dela, o jeito, nada, nem ela querendo pegar minha bebe, tenho um nojo surreal dela e tenho todos os motivos pra isso, Ja dei varias chances, ja conversei infinitas vezes, eu e meu marido, mas ela nao quer me respeitar e respeitar a educacao e meu jeito com minha filha, por nada. To desistindo, pq ta afetando minha saude.

    1. Que medo, parece eu escrevendo! Estou quase decidindo isso, estou com sintomas de ataque de ansiedade tda vez que penso nela ou penso que vou encontra-la. Passo muito mal, tontura, palpitação, esta afetando minha saude, e da ultima vez que a encontrei, travei minha coluna, faz um mes de tanta tensao e nao consigo me recuperar, e agora pascoa chegando vou me recusar a ir…mas nao vou permitir minha bebe de apenas 10 meses ir nao…e caso eu tenha que encontrar c ela, nao sera mais na casa dela como de costume, vou conversar com meu marido que seja em um local publico, assim ela fica menos folgada de estar diante de toda familia dela e eu sozinha, e ainda no ambiente dela. Cansei!!!! Seja o que Deus quiser.

    2. Iaia eu cortei com a cobra e a família do marido ,porém meu marido tbm não frequenta mais e me apoia ,até ao filho que temos esse tbm não vê mais os avós,não eram grande coisa como avós e decidi assim já faz mais de ano ,não me arrependo estou feliz aliás muito melhor que bater palmas pra doido dançar.Não pretendo retornar contato ,ela não gosta de mim, muito menos tem o mínimo respeito ,então não vale a pena ,como digo minha família está completa quem perdeu a presença do filho e do neto foi ela ,siga seu coração e se precisar se afastar se afaste, não existe nada melhor que viver em paz !

      1. Olá, e seu marido tem contato com eles?
        Eu cortei a relação com meus sogros e meus marido por um tempo também, mas agora estão chegando de mansinho querendo se reaproximar. Me dá um pânico, um ódio, uma raiva só de pensar neles. Será muito egoísmo da minha parte cobrar uma posição mais firme do meu marido? Pedir pra ele continuar podando os pais? Pois não quero que aquela convivência tóxica volte para minha vida.

        1. Entao, meu marido se comprometeu em me ajudar porem por pouco tempo, e se eu decidir manter isso de nunca mais encontrar com ela, ele falou que nao vai privar a filha de conviver com a maravilhosa avo que tem ( hahaha). Porque fiz isso como ultima alternativa para que ela me respeite e respeite meu espaco…mas na real???No fim das contas eu mesma sempre tomei as dores da minha mae em relacao a familia d meu pai que era tosca , e hoje eu adulta, cortei relacoes cm todos por minha decisao e por enxergar o quao maldosos sao. Entao creio que por mais que eles tentem burlar ou fingir ela ser uma pessoa d bem, ( q nao é), minha filha certamente enxergara isso quando mais velha, eu tenho certeza que sera ta defensora minha quanto fui da minha mae. Esses homens se iludem, e pensam que todos sao cegos como eles.

        2. Eu também cortei a relação com a sogra ainda no tempo de namoro, tamanha as loucuras que ela aprontou comigo e com o filho dela. Somos casados e hoje, vez por outra, ela fala com ele como se nada tivesse acontecido e ainda pergunta quando iremos à casa dela.Ainda teve a petulância de dizer; “pode trazer a Helô aqui!” (como se ela estivesse fazendo um favor à pobre Helô). Eu nem dou confiança nem abro brecha para ela e os demais parentes do meu marido.
          Fizeram de tudo que podia e não podia para tentar nos separar (se eu fosse uma pessoa ruim, isso teria acabado em uma tragédia dessas que aparecem no Cidade Alerta). Inventam mentiras, fofocas, sugam nossas energias, querem dinheiro e tornar a nossa vida uma verdadeira novela mexicana. Socorrooo!!!
          Sempre relembro meu marido o quanto estou feliz com a nossa casinha,as nossas conquistas e o quanto adoro a tranquilidade e a calma que permeiam o nosso lar. Ele concorda e sabe muito bem a família que tem.

          Gi Gota, acho que não é egoísmo da sua parte não querer aproximação com a parentada. Se o marido insistir nisso, seja bem clara com ele sobre o que vai aturar ou não. Se ele for incapaz de te defender, defenda-se! Estilo bateu, levou! Não facilite nem por ele nem por ninguém, porque as cobras não mudam. Elas dão um tempo. Na primeira oportunidade, aparecem soltando veneno e se você não conseguir se defender, sua saúde vai para o espaço (já passei por isso!).
          Se eles querem reaproximação, de duas uma: ou você não dá chance para isso acontecer. Faça de desentendida, muito ocupada e vai levando. Ou coloca as cartas na mesa (suas condições e uma conversa bem franca com seu esposo e o que espera dele). É aquele ditado: o combinado não sai caro! Boa sorte.

          1. Helô, minha sogra faz a mesma coisa, já me disse 3 vezes pra não colocar os pés na casa dela, nas 2 primeiras eu relevei e continuei indo, mas agora na terceira (já faz mais de 1 ano) eu não esqueci e faço questão de lembrar meu marido. Ela sempre diz: vem aqui e trás a maninha (eu) junto. Ela chama os filhos de maninho, maninha, agora se refere a mim como filha, aff kkkkk
            A história é a mesma de sempre, se aproximam como se nada tivesse acontecido e vão chegando de mansinho, elogiam, tratam super bem, e depois só fofoca e intriga.
            Chega, pra mim deu, e estou sendo bem firme com meu marido, mas ele as vezes dá brecha, mas eu corto, nunca falei claramente que não quero que ele dê intimidade para os pais, mas acredito que depois de tantas palavras inteiras que já falei ele tenha compreendido.

          2. Eu sempre disse pro meu esposo que eu não quero convivência, se ele tiver saudade dos pais ele que vá lá, mas no fundo não quero que ele vá, por mim seria contato zero.

          3. Gi Gota, sei bem é o que isso (também desejava muito que meu marido tivesse contato zero com a sogra). Cheguei aqui no blog preocupada com essa tentativa de reaproximação da parte dela e sem saber muito bem o que fazer (até escrevi um causo na época, mas dps pedi para apagarem, porque estava com muito medo de ser descoberta).
            Na época, uma das meninas me falou algo que me fez pensar de uma forma diferente: o marido jamais vai enxergar a sogra com o meu sentimento. Independente de qualquer coisa, ela é mãe dele. E também, se ela morre de uma hora pra outra, ele não vai ficar com peso na consciência (de ter cortado contato com ela) e nem vai poder me culpar de nada.
            Eu, no seu lugar, não frequentaria a casa de ninguém onde não sou bem recebida. Regra de ouro na minha vida. Pra mim, nem precisa dizer que não quer a minha presença. Se eu sinto que não sou bem recebida, não volto nunca mais e muito menos convido para vir à minha casa. Quando ela falar que deseja que você vá, fale pro seu marido “Vou fazer o que lá? Ouvi ela dizer pela 4ª vez que não quer que eu coloque os pés na casa dela e eu passar vergonha?. Definitivamente, não!”.
            Seja firme.

          4. Eu fico meio assim pois se o filho ir lá sem mim, vai ser tudo o que ela quer, o filho só pra ela.
            Eu penso que é como uma recompensa, ela fala tudo o que quer pra me afastar e isso faz com que o filho vá lá sozinho, já até imagino ela falando que o filho me deixou sozinha pra ir visitar ela, e o sangue ferve.
            Eu e meu marido estamos indo na psicóloga (sessões individuais) para tentar nos expressar melhor e para que ele consiga se expressar e se impor para os parentes dele, está difícil mas estamos tentando.
            Eu também lembro o meu marido de como vivemos bem sem stress, ontem ocorreu um fato novo e inclusive lembrei de novo, de como era boa a vida sem notícia de ninguém, cheguei a conclusão que nossa saga de noras vai durar enquanto a sogra viver, infelizmente não tem jeito. Pelo menos a minha sogra não se chama Esperança (a última que morre) kkkkkkk, desculpa a piada tosca, mas só rindo mesmo.

        3. Olha no meu caso o ódio da minha sogra fez com que ela fizesse algo bem grave contra mim e ele viu ,a naja que ela é ,depois disso eu o cobrei que eu era a família dele que ,tínhamos construído uma vida juntos e que lado ele tomaria pois pra mim era pra nunca mais e que eu não ficaria sozinha no fds pra ele ir ver a naja ,já que ela que causou TD por inveja e despeito puro ,cujo ele presenciava todas as vezes que ela me via .Fui e sou firme qd eles tentam contato eu já deixo claro que eu não quero e pronto ,cansaram de ligar como se nunca tivesse me feito nada ,hj em dia depois de TD meu marido ficou sabendo que ela continua falando e desejando o mal pra mim ,e ele nos vê como um só ,ele disse onde não cabe a minha família eu não vou ,e até ao nosso filho eu sou mãe eu decido essas foram as palavras dele ,chegou a um ponto que eu queria deixa lo afetou demais o nosso relacionamento e qd ele viu que era sério ele resolveu se posicionar não atende nem se quer o telefone ,mesmo pq pelas atitudes ele vê que ela além de não se arrepender do que causou ,ela continua vivendo de pirracas ,só ela perde o tempo dela ,ela não me atinge mais ,vivemos. Nossa vida as mil maravilhas longe ,ele me disse eu não posso odia lá pq não se odeia uma mãe ,nem a desejo mal porém ela lá e a gente pra cá quem perdeu foi ela (palavras dele ).Eu sou aquele tipo bem clara que não consegue esconder ou ir empurrando com a barriga ,então fui bem clara não quero mais e eu não dou brecha ,toca telefone vejo e não atendo ,não me mecho,não vou onde ela vai estar evito ao máximo ,ela mora em outra cidade perto mais em outra cidade ,então isso tbm facilita .Tenho tentado trabalhar o ódio que eu peguei dela pelo meu bem ,peço a Deus que eu consiga perdoar ,mesmo perdoando se eu conseguir um dia será ela lá e eu e ele aqui pq eu não vou viver com um homem que me deixa no tempo livre pra ir atrás de quem me causou mal . Eu não sei se sou egoísta mais ela foi mal carácter comigo ao extremo então nem remorso eu tenho estou sendo bem sincera como se diz estou pouco me lixando ,me preocupo comigo se eu tô bem se tô com a minha filha é meu marido .

          1. Meninas, que situação complicada. Também nunca entendi (e acho que nunca vou entender) as razões que levam as sogras infernizarem as vidas das noras. É desgastante, estressante e dá uma vontade de se comportar como uma louca.
            Experimentem colocar pra fora toda essa mágoa e angústia em uma sessão com a psicóloga ou em um momento que vocês estejam sozinhas em casa, conversem com Deus e peçam uma luz pro momento atual.
            Se depois disso, optarem pela separação, que isso seja feito de forma pensada e decidida, para não se arrependerem depois ou sentirem remorso. Se ainda assim, optarem pelo casamento, não deixem que a raiva que vocês sentem da sogra, passe para os respectivos maridos (é muito difícil mesmo). Temos que pedir proteção divina todos os dias, porque têm dias que a vontade de fazer uma besteira é grande…
            Torço pela felicidade e paz na vida de vocês.

        4. Gi gota como vc disse se ele for lá sem mim é TD que ela quer, exatamente minha sogra mesmo depois da briga deixou claro isso ser o desejo dela ,mais ela caiu do cavalo meu marido não vai e se for meu filho não vai, nem que pra isso eu tenha que me separar e na justiça provar o pq do meu filho não poder conviver lá ,coisa que eu já deixei claro ao marido diante de tantos acontecimentos tenho certeza que eu conseguiria ,pois posso provar o que acontece lá ,fora a idade meu filho logo terá idade pra escolher onde vai ,então Qt a isso tô tranquila ,Qt a ida do marido hj eu faço de TD pra ele não ir ,por pura pirraça mesmo pra ela ver onde que ela mexeu .

          1. Pq precisamos passar por isso, ne? Na minha visao, tudo isso que acontcee com todas nóS é simplesmente a falta de uma unica palavra, RESPEITO. Ninguem tem que se amar, mas respeitar é essencial para que possamos conviver. Isso nao sinto, pois quando alguem invade seu espaco, seu limite, ja era. O seu espaco nunca pode ultrapassar onde o do outro comeca, e eu me sinto invadida O TEMPO TODO. É torturante, é enlouquecedor e é triste. Triste nao ser respeitada, triste ser invadida, triste ser pressionada, questionada na educacao que vc quer dar aos filhos, triste uma mae nao saber do seu devido lugar na vida de um filho e se submeter a tantas situações constrangedoras como chantagens emocionais por exemplo. Quantas maes destroem casamentos?
            Eu estou farta, estou cansada, vejo casamentos irem por agua abaixo, assim como o meu, o amor acabando pelo meu marido, pois passamos a nao admira-los mais…eu mesma pelo menos, nao admiro um homem que se permite manipular pela mae, nao acho isso admiravel, tao pouco exitante , pelo contrario, isso é mais que BROXANTE.
            Me sinto exausta, sinto estar em uma luta eterna enquanto essa mulher viver, pois a minha sogra nao é do tipo que mostra as garras nao, ela eh ardilosa, ela age sutilmente, ela vai te matando aos poucos e te chamando ao mesmo tempo de meu amor. Meu marido é completamente cedo. Ja pensei em me separar e mudar minha vida completamente ,mudar de cidade. Mas pra que? Mudar tudo por causa dela? Amigas, emprego, tudo? A vontade mesmo é de fugir, pq cansa…
            Isso é um desabafo, pq estou cansada. Um dia ele esta do meu lado, e em menos de 24 horas vem com outra opniao completamente diferente, diz que ela é uma mae maravilhosa, juro, tenho vontade de vomitar nele. As vezes penso que nem o amo mais…nao estou exagerando, me da um certo NOJO…pois alem de tudo ele parece com ela.Estou em um conflito mto intenso. CANSADA….
            Alguem sente nojo do marido , alguem se influencia com o odio da sogra?

          2. Iaia, é muito complicado mesmo, meu casamento está por um fio, acho que não dou conta de conviver com toda essa mágoa, realmente perdemos o tesão e me dá um certo nojo do meu marido pois não entendo como ele pode querer conviver com alguém que tanto mal nos fez.
            Eu já estou farta de ouvir que são os pais dele, que devo perdoar e bla bla bla, eles se aproveitam dessa situação para fazer o que bem entendem.
            Sinceramente estou pensando em todas as possibilidades e a separação é a primeira delas, não aguento mais, minha saúde mental está péssima, só consigo chorar quando lembro de tudo e o pior é ouvir do meu marido que a culpa de tudo é minha pois eu que sou a rancorosa e não consigo perdoar.

          3. Iaia e gi é isso mesmo acabei me afastando bastante do marido ,mesmo ele não cedendo eu perdi um pouco encanto que sentia por ele ,deixei bem claro a situação e as condições incluindo que eu jamais voltarei a olhar pra cobra ,ele aceitou não sei até qd ,de verdade ele parece estar decepcionado com a família e ter visto toda a maldade da mãe ,mais vcs sabem familia pesa né não sei até qd ele vai ter essa postura.Pensei por um longo ano em me separar ,pois acabei transferindo a raiva e descontando nele ,sentamos conversamos ele diz estar do meu lado e evita a família sempre Nem o telefone atende ,estamos conseguindo acertar nossos ponteiros graças a Deus td tem melhorado ,o que eu posso dizer que se o marido não conseguir apoiar a esposa nem que seja pra só ele conviver e filtrar e zelar por ela a situação fica mesmo insustentável ,eu pensei muito e por muito tempo no que eu faria ,e decidi por que com eles eu não convivo ,não os quero perto e ponto ,se ele quiser manter nossa família é assim se não cada um segue seu caminho eu prefiro enxergar assim ,pq pra mim dormir ao lado de um homem que eu não sou prioridade não dá ,mais essa situação é muito difícil mesmo ,procurem um terapeuta de casais quem sabe o marido aceita ,não vejo muito a ser feito infelizmente.

          4. Iaia vivi esse conflito por um ano, pois sentia um ranço pelo marido ,éramos muito felizes juntos nosso casamento nunca tinha tido uma crise assim sabe durante 12 anos nunca havíamos nos afastado,muita mágoa e rancor mais fomos trabalhando ,Ele foi consertando o que me magoada teve muita paciência, com as minhas crises de raiva ,com minhas negativas qd me procurava,sempre deixou claro que não queria o fim que me amava ,Mais eu precisava ver em atitudes sabe ,e ele me cuidou mesmo ,me blindou ,me defendeu ,Não foi fácil erguer nosso casamento mais resolvemos seguir ,tente conversar com ele ,com paciência mostre o que te dói sem atacar a naja,mostre o QT isso td está tirando o brilho do amor de vcs ,quem sabe ne ele não consiga entender. Boa sorte .

          5. Obrigada Helo pelas palavras ,estou trabalhando essa mágoa sim ,se Deus quiser logo estarei livre dessa dor .

          6. E voce ficou assim por 1 ano, e com tudo isso que me relatou, seu casamento melhorou??? Eu cnverso muito mas ele é mto cego pela mae, a mesmo tempo que me entende , defende a mae tb. Ele fica em conflito, nao sabe pra que lado vai, por mais errada que ela esteja ele tenta encontrar argumentos e justificativas pra me atacar tb. Esta dificil, nao tem um dia que eu nao pense em me separar. Mas obrigada pelos conselhos.

          7. Euodeioasogra
            Comigo foi assim também, aturei e relevei por 11 anos, mas agora chegou num ponto em que simplesmente não consigo mais, não é por não querer, é por não conseguir mesmo.
            Estamos indo na psicóloga e eu deixei bem claro que não consigo mais ser aquela esposa que releva e que vai conviver com pais dele, que não estou falando apenas por agora, que estou dizendo isso pro resto da vida. Que se ele está disposto a continuar casamento tem que se comprometer a não ficar arrumando desculpas pra dar confiança pra parentada ou achando que a culpa é minha por ser a “rancorosa”, e eu me comprometo a não descontar a raiva nele e deixar pra trás tudo o que aconteceu, e assim seguimos nossa vida sem contato com nenhuma pessoa tóxica que tanto nos fez mal.
            A psicóloga está sendo ótima, pois eu finalmente consegui parar de falar que eu estava tentando esquecer, na verdade sinto que nunca vou esquecer, ontem fomos em uma sessão conjunta e foi muito bom, pois me senti muito aliviada ao perceber que meu esposo entende e muito o meu lado, que ele sabe que eu sempre cedi e até disse que concorda comigo e que eu estou certa.
            Ele também não quer o contato dos pais, mas sei que ele sente falta de ter pai e mãe pra sentar e conversar, mas esses pais que ele quer só existem na cabeça dele, pois na vida real eles não são assim.
            Eu, de todo coração, acredito que em último caso (como é o meu) que devemos ser egoístas e começar de pensar em nós, pois a minha saúde mental vale mais que meu casamento, apesar de eu amar muito o meu esposo, cheguei num ponto em que prefiro abrir mão dele do que passar o resto da vida tendo crises de choro por causa das ofensas da sogra. Acho que agora ele viu que estou falando bem sério e até já respondeu o pai dele no whats que não vamos lá pois as ofensas nunca acabam. Não vou criar muita expectativa, mas estou empenhada em esquecer a jararaca e ignorar totalmente, como já faço a bastante tempo, e ele também está demonstrando interesse em querer continuar nosso casamento em paz e longe de tanta discórdia.

          8. iaia, te digo para se manter firme na decisão de não ceder as chantagens da sogra.
            Seu marido vai estar perdido pois ele sempre teve como exemplo a família dele, que por mais desestruturada que seja, é o que entende por família, então pra ele é normal ver a mãe fazer tantas ruins. Mostre pra ele que agora a família dele é vc (e filhos, caso tenham), que ele pode pegar apenas o que considerar bom na família dele, mas que deve olhar para as outras famílias e ver o que há de bom, observar que não é aceitável esse comportamento, e assim, vocês 2, com o melhor que quiserem levar de suas famílias, construirão uma nova, a família de vcs. E o que não for bom que fique pra trás, quem não puder aceitar e conviver com a felicidade de vcs também deve ficar pra trás. Ele gostaria de seguir o exemplo com os filhos dele? Entendo que para nossos maridos é muito difícil cortar esse elo de dominação e poder que estão disfarçados de amor e preocupação, mas é possível, se vcs querem permanecer juntos não desista, fique firme, mantenha ele firme também, não importa a história triste que contem, vivam pra vcs e por vcs.

          9. iaiá fiquei durante um ano tentando não descontar nele o ódio que sentia, qualquer minima coisa eu o atacava e jogava na cara dele o que a mãe me fez ,mesmo ele tendo cortado o contato, sabe qd vc fica se remoendo pois eu fiquei ,discutimos muito ,chegamos a conversar como íamos fazer pois temos uma filha, Mais ele jurou que nunca mais vai permitir a família se quer se aproximar de mim e eu hj posso dizer sou outra pessoa ,eu casei nova sem experiência alguma ,demorei anos pra ver a maldade ,empurrei mais muitos anos já que o que ela fazia era indiretas e inveja e de verdade isso não me afetava ,QT mais ela falava mais bonita e bem arrumada eu ia, qt mais ela desfazia de mim ,mais eu subia na carreira e por ai ia ,até um dia que ela pegou pesado já não tendo mais como atacar usou problema familiares traumas mesmo pra me atingir e ai foi a gota d água,depois de muitas brigas entre eu e o marido é não era porque ele queria a família não, é pq eu descontando td nele mesmo ,um dia já com ele pra sair de casa ,ele pediu que revesse td que vivemos,nossa história, nossos esforços, que ele amava e estava do meu lago, e estamos lutando juntos pra fazer dar certo consertar o que estava ruim e errado ,ele sempre foi bom marido ,só não batia d frente qd a Mãe apontava, Mais hj tbm vejo ele diferente ,ele tbm entendeu e jamais defendeu a mãe, estamos tentando e tem dado certo sim, Mais isso te não é milagre é esforço mesmo em consertar .

          10. Gi gota que bom que ele topou ir ,e vcs estão empenhados ,Mais tbm cheguei no limite como vc ,não quero ela na minha vida de forma alguma e se ele quiser eu tbm não o quero ,posso ser egoísta, eu posso ser td ,Mais eu já era julgada assim sem ser ,então agora eu sou penso primeiro em mim ,estamos conseguindo deixar a família pra la ,vivemos pra nós e tem funcionado assim, até qd como disse eu nao sei, porém de uma coisa eu sei eu mudei muito,então hj não é qualquer coisa que tira minha paz e muito menos a cobra naja .Não existe mais espaço pra ela a verdade é essa nos dois não damos mais ,ela não tem informação nenhuma ,liga as vezes ninguém atende e assim vamos seguindo.

  4. Meninas, essa semana é a semana da Mulher. No dia 8 de março o namorado/marido costuma fazer alguma programacao especial com vcs?

    1. Nada, nem nesta nem nas outras, o que ele gosta de comemorar é tudo com a família dele, quase nada comigo. Isso só com 7 anos de casada kkkkkkkkkkkkkk

  5. Eu gosto de ganhar flores no dia da mulher.
    Ja sei q esse ano meu namorado nao vai me levar pra jantar, pois quinta-feira é o dia dele jantar com o pai e a monster in law.
    Ele ate me convidou pra jantar com eles, mas ja declinei, prefiro ir pra missa em homenagem ao dia da mulher do q passar meu 8 de março na companhia daqueles dois.

  6. Meninas,

    Alguém aqui sabe das nossas grávidas, a Dolores e a KitKat?

    A Dolores já deve inclusive ter ganho o nenê…

    1. Oi chorosinha, a kit está ótima, ela mencionou q está sem acesso a computador por esses dias e não gosta de acessar pelo celular, por isso anda meio sumida, mas graças a Deus estão todos bem.

    2. Oieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee, estou bem Chorosinha! Finalmente, estou aqui no Pc e dá pra responder.

      Estamos na 18 semana. Não sei o que é ainda.

      Tive uma treta sinistra com o Fofo e, no pano de fundo, quem estava? A cobra… ¬¬ Depois conto com calma. Mas, foi sofrido, viu? A velha sumiu desde o início da gravidez (pra mim) e ficava com draminha pro Fofo… ¬¬

      1. KitKat, sua linda, que bom que está tudo bem.

        Não deixe de vir contar essa nova história da sua cobra…

        Beijão

  7. Oi meninas, vcs já me deram vários conselhos mas eu não consigo me libertar.
    Antes ele até me tratava bem agora não, joga as coisas na minha cara e sabe o que é mas triste quantas oportunidades eu tive de ir embora mas por ser cega de amores por ele não fui.
    Atualmente não trabalho pq tenho um bebe e não confio muito nas pessoas por ter muita desilusão, então eu prefiro cuidar do meu filho com amor do que deixar na mão de gente que sei que ia maltratar, e ele não pediu pra nascer.
    Mas é uma vez brigamos por causa da mãe dele, ele deixou nosso filho sozinho com ela e eu fui atrás e mostrei que não gostei.
    Tivemos uma discursao e ele jogou várias coisas na minha cara.
    Me botou como sempre como a errada da história.
    A mãe dele e agressiva fica toda hora vendo a fralda da criança
    Fica agarrando a coxá
    Éu posso ter esse impressão errada mas minha mãe não faz isso.
    Ela abaixa o short dele pra ver a fralda, e uma vez eu vi ela enfiando o dedo dentro da fralda dele e éum gelei e olhei bem dentro da cara dela e ela tirou.
    Eu tenho histórico na família de pedofilia e tenho medo.
    E ele não vê isso é larga nosso filho que não sabe nem faltar com ela.
    E horrivel pq eu tenho vontade de trabalhar mas tenho medo ,eu já sei o que tenho que ir embora mas é as forças.
    Ela já me fez muito mal judia de mim e do meu filho mas o meu marido não vê.
    Se ela batesse nele ( meu filho)ele não ia dizer nada.
    E sabe ele ama a mãe.
    E não quer que minha família veja meu filho.
    Me ameaça, a mãe me fala coisas desagradáveis e quando eu retruco chega em casa ele só falta me agredir.
    Eu queria ser feliz ter meus filhos e marido mas tá muito ruim assim.

    1. Procure ajuda psicológica. Se não tiver condições de pagar, veja se existe alguma faculdade de psicologia na sua cidade. Normalmente elas oferecem atendimento gratuito ou de baixo custo.

    2. Isabelalora, o filho é seu, deixe bem claro a sua rotina e as regras da casa, mesmo estando na casa dela vc que dá a última palavra sobre o seu filho.
      Se defenda, não aceite essa chantagem, mostre para o seu marido que vcs formaram uma nova família e que ele precisa valorizar isso.
      E siga o conselho da X, procure ajuda psicológica, vc vai ver que ajuda e muito a manter a saúde mental no meio de tanta loucura, siga firme.

  8. Meninas, acompanho sempre o blog e aprendo muito com ele. Eu escrevi meu causo aqui ano passado https://casadanora.wordpress.com/2017/05/31/causo-da-asmr32/#comments

    Como podem ver, eu tenho a minha opinião formada, vivo a minha vida e não interfiro na vida de ninguém.
    O lance é que, acho que perceberam que não tem mais brecha pra infernizar fazendo o mal e agora procuram infernizar fingindo boas intenções.
    Agora o papo é que gostariam de conviver comigo. Que a família precisa se unir. Percebo que meu namorado vem recebendo essa pressão de ser o conciliador. Hoje, ele fica com raiva porque eu não quero “perdoar”, que nunca esqueço o que passou. Ele é muito cabeça fraca, com qualquer papinho come a conversa dos outros, e atualmente acredita que a família nos quer juntos e eu que sou a ruim.
    Por já conhecer todo o modus operanti, sei que é a forma que encontraram pra criar mal estar na nossa relação e acho que estão conseguindo.
    Eu tenho a minha consciência tranquila que tenho o meu direito de escolha de não conviver com pessoas ruins, assim como essas pessoas tiveram a escolha de me tratar mal e infernizar a nossa relação por anos, mesmo sem eu dar liberdade. Mas, venho percebendo que ele está construindo uma imagem errada de mim, de uma pessoa que não sabe relevar, que não ligo para como ele se sente no meio disso tudo, que o trato com desdém.
    E as situações de nos chamar para estar junto deles estão se tornando bem recorrentes. O pior de tudo é que ele não corta.
    Se ele falasse “Rapaz, deixa meu namoro em paz. Deixa a menina quieta.”
    Mas não, só responde com “Poxa, hoje não” em tom de lamentação.
    É mole um negócio desse?
    Como não deixar que essa família interfira na nossa paz mais uma vez?

    1. Parabéns!!!
      Que venha lindo e cheio de saúde!
      Que notícia maravilhosa, KitKat.
      Como você está? Os enjoos passaram? O fofo está fazendo a parte dele direitinho? A sogra sossegou a rabiola?
      Estava com saudades suas!

      1. Ah, Chorosinha… Eu tou boa dos enjoos, até que enfim. Tava parecendo mais que eu ia morrer que viver… muito ruim. Mas passou!

        A gravidez vai bem saudável até agora. O Fofo já teve altos e baixos. Mas, acho que a gravidez mexeu muito com ele também: teve enjoo, engordou, ficou sensível…rs

        A sogra… essa continua uma figura. Ficou sem falar comigo desde que descobri a gravidez. Estou com 20 semanas e só a vi uma vez. Depois, descobri que ficava se fazendo de vítima pro Fofo. Tive que por os pingos nos is com ele: olha, sua mãe não fala comigo. se ela quisesse saber mesmo do bebê, ela falaria. você não sabe de nada. sabe que não vou querer ela aqui quando o bebê nascer, né? porque apesar do filho ser teu, o pós-parto é meu e não vou querer uma estranha aqui comigo.

        Aí ele disse que eu tinha razão e ela falou comigo (uma vez). Soube o sexo do bebê e nada disse… e por aí vai. Eu não ligo porque meu filho não precisa…rs O pós-parto vou passar na casa da minha mãe, já pra evitar algum drama e intervenção descabida…rs

        1. Que bom que os enjoos passaram, e que tudo está normal com a sua saúde e a do bebê.

          Quem diria que o fofo iria até engordar, em “solidariedade”? Ficar sensível? As pessoas sempre dão um jeito de nos surpreender.

          Quanto ao mimimi da sogra… você sabe o teor do que ela ficou chorando na orelha dele? O moço chegou a repassar as reclamações da mãe para você?

          1. sim, brigamos, inclusive. ela pergunta pra ele, fingindo interesse, e eu não falava com ela (claro, não vou ficar correndo atrás de ninguém pra dar notícias do meu bebê). então, ela ficava de boazinha porque perguntava PRA ELE sempre e eu ficava de bruxa má porque não dava notícias para ela.

            além de tudo, pediu um notebook, uma máquina de lavar e ajuda pra pagar a faculdade… Eu fiz foi rir na cara dele…rs gente, vamos ter um bebê. temos mil coisas pra comprar (não temos tanto porque MINHA família e MEUS amigos já nos deram muita coisa). E eu falei que a máquina o povo da casa dela compra, já que ela não lava nossa roupa. Notebook ela arruma um emprego e compra. E faculdade ele já pagou uma e se ela quiser brincar de faculdade, que brinque com o dinheiro dela (ele não paga a minha, vai pagar a da mãe? tem graça..rs)

            refiz as contas de casa também e agora o fofo tem ficado sem dinheiro, logo, a mãe não tem se manifestado porque se ele não tiver dinheiro para ela, ele não é nada, né? rs

    2. Parabéns, Kit Kat!!! Que o bebê venha com muuuuuita saúde e transbordando muuuuitas alegrias nessa sua nova fase!!! Você merece!!!

        1. Oi KitKat. Agora vi e li tudo,continue firme , o pós parto é seu e só vc decide como passar, nada de estresse, parabéns pelo menino, que venha com muita saúde e bem vinda aos xixis no rosto,pois piruzinho tem vida própria,basta tirar a fralda e ele já funciona… Kkkk minha mãe que só teve a mim , ficava louca com os netos … Kkk bjs

          1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk piruzinho com vida própria…ahahahahahahahaha

            E meu pós vai ser na santa paz, nem que eu dê um pé na bunda do marido. Ele já tá super hiper avisado e determinado a respeitar tudo…rs

  9. Kit Kat, acredito que o seu marido vai respeitar tudinho que foi combinado e o seu pós parto vai ser bem tranquilo. Ótima ideia que vc teve de ir pra sua mãe, pra evitar ela na sua casa.
    Quanto à sogra, ela não desiste, né?! Mas, sei que você tem pós-doutorado para lidar com as sogrices dela!!! 🙂
    Curta sua gravidez e o seu bebezinho que vem vindo por aí! Sempre que puder, dê notícias!!!! Beeeeijos.

    1. Helô, tudo bem? Ele vai respeitar porque ele TEM QUE. Não dei muita alternativa pra ele não…rs

      Esses dias tava olhando o whatsapp dele e a pessoa em questão não pergunta do bebê (como ele diz que pergunta), só pede dinheiro, carona e afins. Ele vai fazer terapia. Pra resolver essas questões aí…

      1. Oi Kit Kat. Está tudo bem por aqui (sogra quieta, mas cunhado sem noção querendo ressurgir das cinzas. Ele é uma versão mais nova e parecidíssimo com a sogra!). Já estou aprontando meu arsenal de argumentos, porque estou sentindo que ele tá querendo alguma coisa (me parece que está sondando terreno). Só não sei ainda dizer o que é (tenso!).
        A sua sogra se parece com a minha: dinheiro, favores sem noção e quando marido dizia não, queria se fazer de coitada (ou de louca, dependia do momento!). Desconfio que ela não gosta de ninguém, nem dela mesmo. Ainda bem que ela se mudou pra longe e as intromissões passaram a ser menores.
        Talvez tua sogra não tenha tanto interesse em saber do futuro neto ou então vai querer se transformar na vovó do ano quando ele nascer! Já pensou?! Socorro!!! Eu ainda não tenho um bebê (mas acho que quando for a hora eu vou planejar tudo nos pequenos detalhes, para não dar chance dela querer ficar no meu pé).
        Concordo com você quando diz que não deu muita alternativa pra ele e tem que ser assim. Sogra e bom senso definitivamente não andam juntos.

  10. Engracado, parece que eles combinam! Meu marido fala a mesma coisa, que eu sou rancorosa, que ela é a mae dele! Rancor? Queria ver se fosse com eles tudo que fazem…infelizmente nao consigo me ver casada mto tempo, isso eh triste demais!

    1. iaia, nós sempre colocamos a culpa na sogra, mas a real é que isso só acontece pq o marido permite, na verdade eles que precisam se impor e controlar a ira da mamãezinha. Muitas vezes se fazem de loucas pq sabem que uma história triste e uma chantagem emocional convence os filhos, e enquanto isso continuar sendo aceito, elas continuarão fazendo.

  11. Amigas, preciso de ajuda, de conselhos. Toda e qualquer crítica, construtiva ou não, será muito bem vinda! Hoje eu não quero falar de sogra, mas sim de mim. Não sei se acreditam em energia. Mas eu estou muito desgastada. Completamente. Em todos os sentidos. Eu não tenho energia para absolutamente nada. Não me considero uma pessoa depressiva, sou feliz com minha vida. Mas, nos últimos meses eu não consigo ter energia para me socializar com ninguém. Sinto um extremo cansado mental só de imaginar que terei que me comunicar e enturmar com outras pessoas. Ás vezes, pareço passar por mau educada, imagino. Eu sempre fui muito tímida, porém, nos últimos dias não tenho timidez, e sim cansaço mental, falta de energia. Se é que entendem. Escrevo isso pois vou conhecer os amigos de trabalho do meu noivo, que sairão conosco, junto das suas mulheres. E só de pensar na situação, já me embrulha, me dá nervosismo, vontade de não ir. E é desse jeito em todas as situações sociáveis da minha vida, inclusive enturmar na faculdade. Há poucos dias, conheci um amigo dele por acaso, nos esbarramos no estacionamento, e ele nos apresentou. Na hora, fiquei sem reação nenhuma, só disse ”oi, td bem?” meu noivo teve que pedir para eu dar a mão ao amigo. Fiquei sem reação nenhuma. Mas na minha cabeça passava várias coisas do tipo: pego na mão? abraço? fico sorrindo enquanto eles conversam? ou viro para o lado e olho para outras coisas? Enfim, parece bobeira, mas em qualquer situação da minha vida em que eu tenho que ter contato com outras pessoas, acontece isso. E isso foi apenas um exemplo de inúmeros casos. Parece bobeira para muitas pessoas, mas só eu sei como sofro com isso. Não consigo nem pensar na possibilidade de querer fazer novas amizades, que já me recuo. Preciso de ajuda. Não é piada e nem brincadeira.

    1. Pelo seu relato, pode ser que vc tenha fobia social. Mas só um psicologo poderia diagnosticar e tratar. Sugiro procurar ajuda especializada.

    2. Procure ajuda de um(a) psicólogo(a). Você não é a única pessoa a ter esse tipo de problema. Um bom profissional vai saber te ajudar. Boa sorte!

    3. Tambem acho que seja fobia social, inclusive pq tive isso por mto tempo. Procure ajuda psicologica, vai te ajudar MTO. No meu caso, cheguei em um nivel critico que nao saia do quarto pra nao ter contato com as pessoas, eu arrumava desculpas e dizia ate que ia morrer se saisse…me consumiu aos pouco mas consumiu totalmente minha mente e eu sofria DEMAIS. Gracas a Deus, me curei na igreja, e nunca mais tive isso a anos!!! é mto sofrido…por isso te indico um psicologo pra que te deem um diagnostico e voce possa tratar isso, e eu garanto que vc vai sair dessa, mesmo parecendo que nao!!! Fique firme, confie, que logo voce vai conseguir socializar como nunca imaginou na vida. Eu sou prova viva, hoje eu vou a lugares bem tumultuados, saio com desconhecidos, e eu nao sinto mais aquela ansia de vomito nem frio na barriga, eu vou mto segura de mim mesma e se duvidar, saio sozinha pra lugares que nao conheco com a corda toda, rs. Pode acreditar!

    4. Eu tb nao gosto de me enturmar, dou uma pessoa distante, mas nao chego a ter fobia social. Ja fui chamada de arrogante, orgulhosa, besta, metida, mas meu jeito e assim. Eu tb odeio ter q ficar me socializando com as mulheres dos amigos do meu namorado. Eu ja pedi pra ele evitar esse tipo de programa. Acho q tenho trauma da epoca da escola, pq as colegas eram muito fdp comigo.

  12. Marido dormindo na casa da mãe
    Hoje não venho falar de sogra e sim um pouco sobre uma problemática que venho enfrentando a 6 anos de casamento. Meu marido dorme na casa da mãe dele por tudo e por nada. Toda discussão por mínima que seja, ele sai pra trabalhar e dorme na mãe dele. Ele não me avisa… As pessoas que moram na casa dele não avisam… ninguém fala nada. Estou mais que cansada disso. Estou saturada disso. A pessoa não consegue resolver um problema. Simplesmente vira as costas e some. Pra mim a única alternativa é uma separação. Não dá mais pra ficar nessa.

    1. Como assim????????????? Me desculpa, mas quantos anos seu marido tem?????
      Deve ser um mimado, e tem o apoio nitido da familia pra isso!

      Penso que se eu fizesse isso minha mae me matava e mandava eu de volta pra casa pra resolver meu problema com meu marido, certo????

      Sei la, se vc ama esse cara e tem paciencia ainda, proponha uma terapia em casal, a psicologa vai acabar com ele hahaha…

      Beijos

        1. Se vc juntar todas as coisas dele e deixar na casa da sogra, quem vai gostar dessa atitude é a Monster in law. Tente conversar com ele, e convença-o a nao mais fazer isso (dormir na casa da mamae toda vez q se aborrecer com a esposa).

  13. Eu volteeeeiii agora pra ficar… pq aqui, aqui é o meu lugar….
    Vaso ruim não quebra assim não!
    Meninas, não vou ler todos os casos que perdi nesses meses mas vou tentar retomar de onde parei.
    Beijo a todas tava com saudade

      1. Eu dei um susto né? Kkkkk mas juro que não foi de propósito. Estou me recuperando devagar e sempre. É difícil pois não aconteceu nada do que eu planejei pro Pos parto, mas a gente tá levando como dá eu procuro não pensar muito nisso.
        A dolorinha tá ótima cada dia mais esperta 😉

    1. Dolores,

      Que bom que você voltou!
      Estamos aguardando as novidades.
      Espero que esteja tudo bem com você e a sua família.

      Beijão

  14. Dolores,

    Aparecem tantos casos por aqui de gente querendo morar na casa da sogra, construir no terreno dos outros e reformar casa de terceiros que eu gostaria de fazer uma sugestão/pedido: você poderia, como advogada que é, fazer uma postagem bem esclarecedora sobre quais são os direitos das meninas nessas situações? Por favoooooor… vai ajudar muita gente.

    1. Oi chorosinha tudo?
      Então, eu já levei tanta patada quando procuro informar sobre isso, já me disseram que tava com inveja e que “ninguém se casa para se separar” que eu procuro me abster disso. E essas situações tem que serem verificadas caso a caso (inclusive o regime de bens/ se há possibilidade de desmembramento/ se houve doação ou antecipação de herança ).

      1. Esse eh o meu caso. Fizemos ate a planta com um arquiteto pra construir no terreno da sogra. Por mais que fizéssemos um projeto que de pra separar a casa, para vendermos caso necessário, as meninas e causos daqui me abriram os olhos. Procurei uma advogada tb, ela disse que terei problemas no caso de separação ou morte e sinceramente pedir pra minha sogra fazer uma doação em vida, não me parece uma boa, vai parecer um abuso. Isso ainda eh um tabu pras pessoas, ninguém pensa em coisas ruins. Mas agradeço muito ao blog que me fez abrir os olhos.

  15. Oi meninas!
    Saudades. Desejo que todas estejam enfrentando as suas respectivas sogras com garra, força e sabedoria.
    Bjs bjs

  16. MODERAÇÃO, pq meus comentários não foram aprovados automaticamente? Estão como esperando moderação.
    Bjs, obrigada!

  17. Oi Leila! Eu comento aqui há anos, desde o casa da sogra. Não sou super assídua, mas comento há anos. De qualquer forma, obrigada!

  18. Meninas, quero uma opiniãozinha aqui rápida . Tô com um problema sério de trabalho. Entrou um rapaz gay aqui no setor que no início a gente até que se dava bem , mas daí eu meio que saquei qual era a dele, de tratar diferente as pessoas de posto superior, a risadinha forçada pras piadas sem graça da chefe, o puxa-chaquismo com as medicas (trabalhamos na área administrativa de um hospital), a intimidade “instantânea” com as meninas da sala e ficam de risadinha e brincadeirinhas inadequadas de adolescentes o dia todo; daí um dia não aguentei e joguei na cara dele que ele era baba ovo de médico, ele ficou putinho e parou de conversar comigo, até aí tudo bem. Mas aí começaram as indiretas de :”nossa achava que você era sapatão” . Música de balada alta no trabalho, ar condicionado no talo só porque eu morro de frio,e por aí vai. Agora o ambiente de trabalho esta insuportável e eu já falei com a chefe que não fez nada de concreto. Estou pensando em pedir pra gerente pra mudar de setor alegando que o ambiente de trabalho está impraticável . O que vocês acham?

    1. Acho que não deve pedir mudança pois ainda assim vão querer ti sacaniar.Esse tipo de gente só muda se vc fingir que não está ouvindo nada.ingnorar completamente e tentar ser gentil.E uma coisa interessante é vc orar e pedir ajuda de Deus e antes de ve-las faça uma oração e repreende todos espíritos ruim que usa essas pessoas para ti atigir.Espero que vc tenha fé e vença essa batalha.

  19. Olha meninas eu quero opinião de vocês por favor.o seguinte era divorciada há 13 anos estava carente,e sem forças para continuar. Derrapante uma parente mim falou de alguém que estava também divorciado que a esposa pediu separação. e ele esperou ela se arrepender e chamar novamente para casa uns 4anos.nao acontendo isso ele estava procurando alguma pessoa para refazer a vida. emfim,eu aceitei foi todo uma preparação familiares tanto de minha parte como a dele concordaram.E eu mim sentindo muito feliz casamos. No ano seguinte ele disse tenho que ir ao meu estado para ver meus filhos e netos. Achei natural. Outro dia ja dizia tenho que fazer licenciamento do carro e isso foi até 5anos eu acreditando, jamais poderia pensar algo anormal. Até que as idas ficou tão constante e demoradas que comecei a duvidar investigando onde estava indo na casa da ex esposa.e ja esperei ele mudar que não suportado até adoeci. Ele sempre desconversa e vai mim enrrolando e a ex sabe que ele é casado mais recebe em sua casa ele fica até 4mes la dentro da casa dela com argumentos de exames . Quando digo que vou falar com ela que está agindo errado ele diz não faça isso meus filhos não vão ti perdoar. Vc sabe que nao há nada comigo e ela , so fico la por necessidade. nao aguento mais eu ainda consigo ama-lo,esse homem. Mim ajude que fazer?

    1. Querida, isso não existe! Ficar meses na casa de ex pra fazer exames? Não tem médico no estado em que vcs moram? Só tem médico no estado em que a ex mora?
      Claro que ele está com a ex e se calhar, ela nem sabe que ele também está com vc! Esse homem está te usando e ainda manipulando.
      Olha, se vc ainda acha que tem como manter um casamento desses, na próxima “viagem” dele, vá junto!
      Prepare seu coração, pois não tem coisa boa nessa história que seu marido anda lhe contando.

  20. Olá garotas, gostaria de uma opinião de vocês.
    Alguns anos atrás a empresa do meu esposo realizou uma homenagem a todos os funcionários e pediu para que as esposas fizessem um vídeo com forma de homenagear os maridos. Fiz o vídeo, mandei e foi passado no telão assim como todos os outros. Vendo novamente o vídeo em casa, meu esposo começou a rir como deboche pela forma que eu havia falado. Na hora fiquei muito braba e depois chorei pois realmente fiquei muito triste com a reação dele.
    Acontece que agora a empresa quer que façamos uma carta para uma nova homenagem, a carta será entregue no dia da festa da empresa em que estarão apenas os funcionários.
    A questão é a seguinte: aquele dia que ele me debochou eu deixei bem claro que jamais faria algo parecido para ele pois ele não valorizou quando fiz e não estou com a miníma vontade de fazer pois ainda estou remoendo isso desde aquela época.
    O que vocês acham? Que eu devo fazer a carta e engolir o que falei ou que devo permanecer na mesma opinião e fazer ele sentir na pele o descaso?

    1. não faria carta nenhuma, deixa ele ser o único sem cartinha e se ele perguntar lembre o que ele fez e sua promessa de não fazer mais nada igual pra ele, nunca prometa algo que vc não vai cumprir, se falou que não ia fazer no passado, não faça agora.

      1. Eu acredito que ele nem deve se lembrar desse ocorrido, eu só não quero parecer a criança emburrada depois de tantos anos. Nunca mais toquei nesse assunto mas me chateei muito.

    2. Eu faria a carta, e nela estaria escrito o seguinte:

      Querido esposo essa carta é para lembra-lo que na última vez que você recebeu uma homenagem minha você debochou de como eu falei no vídeo e você sabe que fiquei magoada com a situação.
      Essa carta é só para lembra-lo que pelo seu comportamento na homenagem anterior você não está merecendo uma homenagem agora. Beijos!

      Ass:Gegê

      1. Adorei Gegê kkkkk
        O pior é que neste mesmo final de semana teremos um encontro de casal, espero que a maturidade dele tenha aumentado o suficiente para lidar com isso.
        Obrigada meninas, não irei escrever nada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s