Uncategorized

Bate papo

Gente linda e envolvente, vamos usar esse  ♥BATE PAPO♥?

Para postar causos, por favor, cliquem em “Envie seu causo aqui” no MENU do blog.

Não custa lembrar:

  É PROIBIDO utilizar vários apelidos sendo a mesma pessoa.

Escolha um apelido e continue com ele sempre.

Anúncios

112 comentários em “Bate papo

  1. Pessoal, tenho um aviso sério:

    Quando vocês notarem que tem troll usando apelidos de pessoas conhecidas/queridas daqui, ou notarem comentários estranhos, de baixo calão, etc escrevam imediatamente como resposta ao comentário a seguinte palavra em caps lock: MODERAÇÃO.

    Com essa indicação o comentário vai pra caixa de spam e nós da moderação ficamos sabendo mais rápido do que se trata (e poderemos colocar o IP da pessoa infeliz na lista negra do blog).

    Abraços, obrigada às meninas que ficam sempre alertas!!! ❤

    E, sim, nós temos uma listinha negra muááááá!

  2. Eu já levei tanto na cara que tomei a postura de nunca mais baixar a guarda, acredito que as pessoas possam mudar sim, porém isso ocorre de forma gradativa e não da noite para o dia. São mudanças pequenas e aos poucos. Quando a esmola é demais até o santo desconfia, mantenha sua postura e aguarde porque mais cedo ou mais tarde a mascara cai.

  3. Gegê…ninguém acorda de manhã e começa a amar uma criança. Sendo neta ou não. Se eu fosse vc conversaria com seu marido. Afinal, são pais deles MAS a sua filha tem que se protegida, é indefesa e TEM QUE ESTAR EM PRIMEIRO LUGAR PARA O SEU MARIDO.. Acho errado ele do nada querer levar a menina na casa dos pais sem vc. A criança precisa de tempo para se acostumar. E sinceramente acho que há segundas, terceiras intenções.

    1. Pois é Cruela eu também enxerguei dessa forma, nunca deram a mínima para ela e agora essa mudança de comportamento brusca. Quando ele disse que iria leva-la na casa dos sogros percebi o quanto ele é besta, afinal eu também acredito que há segundas intenções. Vou conversar com ele, pois não quero minha filha nesse joguinho sórdido que eles gostam de fazer, ele já é adulto e já viu do que a família dele é capaz se aceitar ser capacho novamente o problema é dele, agora com minha filha eu não vou permitir. Por esse motivo que não deixei ele leva-la na casa dos pais. E tenho certeza que terá mais história, pois a festinha de aniversário dela está próxima e eles estarão aqui pois não recusam uma boca livre. Vou ter que ficar atenta o tempo todo.

    2. Ah Cruela tem mais uma coisa, minha filha nem a identifica como avó, pois não tem contato com ela. Nessa mesma festa onde a sogra ficava agarrando ela, meu esposo entregou algo na mão dela e disse: – Entrega para a sua avó. Minha filha respondeu: – Minha vovó não está aqui!(se referindo a minha mãe). A sogra estava do lado dela, então eu disse:- Filha essa aqui também é sua avó. Ela respondeu: – Não mamãe essa é a mamãe do papai, a minha vovó não veio.

  4. Veja Gegê…quanta sabedoria numa criança tão pequena! Os verdadeiros laços de amor se plantam, por isso ela só reconhece uma vó. Espero que seu marido entenda e respeite isso.

  5. kkkkk um prêmio para a filhinha da Gegê kkk, sabia desde pequena. Gegê tu agarrou ela e encheu de beijos né kkk

  6. Gente, amei a resposta da sua filha! E a socobra? kkkkkk to rindo mto aqui imaginando a cena virei fã da sua pequena!

  7. No momento eu tive vontade de gargalhar na cara dela, ela fez uma cara de c* e não disse um A, o marido ficou super sem graça não sabia onde enfiava a cara. Criança é sincera, fala na lata kkkkkk.

  8. Gente…sei que não é nada demais..mas mim sogra agora deu pra me imitar…outro dia coloqueo coloquei no meu status do whats assim: – Minha Família é Benção do Senhor…e o nome do meu marido..meu marido foi e colocou no dele : – Eu e mim casa serviremos ao senhor e meu nome. ….ai e de um tempo ela tirou uma foto dos pais dela e colocou Minha família é Bênção do senhor na legenda..sentir que ela quis dizer algo..porque ela nunca aceitou e concordou que mim mim família….acha que só pai e mãe é família…ai agora ela colocou no status dela…uma frase sobre saudade e colou o nome do meu marido e do irmão dele…o que vcs acham? Que eu to vendo coisa onde não tem?acho que devo só ignorar?

    1. Pretinha,

      Uma dica, retirada da ajuda do Facebook:

      (https://www.facebook.com/help/276458109035418?helpref=faq_content)

      Como faço para seguir ou deixar de seguir um perfil ou Página?

      Para deixar de seguir um perfil ou Página:
      Acesse o perfil ou Página
      Passe o cursor sobre Seguindo
      Selecione Deixar de seguir (em um perfil) ou Deixar de seguir esta Página
      Ao seguir um perfil ou Página, você poderá ver atualizações dessa pessoa ou Página no seu Feed de Notícias. Se você for amigo de uma pessoa, você a segue automaticamente. Quando você envia uma solicitação de amizade a uma pessoa que permite que todos a sigam, passa a seguir automaticamente as publicações dessa pessoa.
      Saiba mais sobre como fazer com que as publicações das pessoas e Páginas que você segue apareçam na parte superior do seu Feed de Notícias com Ver primeiro.
      Veja quem você está seguindo
      Você pode ver as pessoas e Páginas que está seguindo clicando em Amigos, abaixo da sua foto da capa, depois passando o mouse sobre Mais, na seção Amigos e rolando para baixo para selecionar Seguindo. Se a seção Seguindo não aparecer, você ainda não está seguindo ninguém.

  9. Meninas, estou escrevendo para atualizar vocês e dizer que deu tudo certo no aniversário do sogro… quando eu cheguei a moça ja estava lá e saiu do lugar dela para olhar pra mim, olhou de cima a baixo e quando viu que eu percebi saiu e foi para o mesmo lugar onde estava kkkk, fiquei normal, para ninguém perceber, descemos para ir a praia apenas porque uma parente muito legal do meu namorado quis ir e nos chamou confesso que até achei melhor porque quando cheguei ainda faltava fazer varias coisas do almoço e olha que cheguei tarde ( como voces mandaram) parece até que a sogra tava me esperando para ajudar ela, pois bem, cheguei e fiz cara de paisagem sentadinha com o boy e logo decidimos aceitar ir com a parente dele pra praia, voltamos e almoçamos e ficamos lá um tempo eu conversando com a cunhada que estava bem afastada da moça ( não sei o motivo e não falei sobre isso), voltamos para casa (apenas eu e ele), graças a Deus ocorreu tudo bem, obrigada a todas vocês que comentaram no meu post.

  10. Meninas vontade de fazer uma festa esse mês ,tema da festa :um ano sem ver a cobra, almoçar ou ter que ouvir suas indiretas pessonhentas,brincadeiras a parte,minha vida nesse um ano melhorou e muito ,esse blog me ajudou e ajuda a cada dia a desabafar ,a ver as situações como elas são ,a refletir.Só passei pra dizer que nesse um ano sem conviver eu estou em paz e não existe nada melhor nessa vida do que nos sentirmos em paz!

    1. HAHAHAHAHAHHAHA, vontade mesmo de fazer uma festa de X tempos que se tem paz e convidar todas as noras que passam pelo mesmo problema.

  11. Meninas , a minha sogra sempre maltratou a mim e a minha filha. Na frente de meu esposo qnd quwria algo virava uma anja. Qnd nao queria nunca s preocupou em esconder q nao gostava da gente em 07 anos. Nao tenho empregada, passei nas melhores faculdades e nao pude cursar pq nosso dinheiro vai mais do q metade p ela e p ex-marido q eh ex- padrasto de meu esposo. Estou pensando em largar meu esposo pois, ele nao impoe limites as loucuras da mae. Ele teve a pachorra d cogitar a ideia dela vir morar c a gente. Falou da velhice, doenca… pq ela vive s fazendo d idosa as 50 anos. Explodi e falei q ela eh problema dele entao ele q largue emprego p cuidar dela ou arranje o dinheiro q ele nao trm pq ela gasta tudo e nao deixa a gente investir em nada para contratar uma enfermeira. Falei q nao vou passar a minha vida sendo maltratada e xingada, eacutando alfinetadas e ainda ter q limpar a bunda algum dia d alguem q m maltratou desde a 01 vez q m viu. Ela trntou m dar carqueja e arruda na gravidez , beijou meu marido na boca, disse q s algum dia ele morresse entraria na justica mesmo sabendo q nao tinha direito a nada so pelo prazer ver a mim e a minha filha passar nec3ssidade, disse q queria q meu bb morresse, roubou minhas roupas, pegou meus cartoes de credito escondido e fez compras na net… depois escreverei varis posts contando as loucuras dela. Uma amiga m disse q ela era mae dele e eu deveria cuidar. Eu nao sinto q ela seja um problema meu… ele e a mae q m deixem em paz. Ele nao foi homem p coloxar limites nela. Nao sou uma pessoa ruim, mas estou comecando a ficar confusa e c medo da pessoa dura e amarga q acho q m tornei apos falar o q eu pensava apos tantos anos.

    1. Me desculpe, mas seu marido é um sem noção e frouxo. Onde já se viu tirar dinheiro da própria família para mandar pra casa da mamãe.
      Ele não tem outros irmãos? Ela não pode trabalhar? Juntar latinha? Vender lingerie, natura, avon, bolos e salgados?
      Ela que se vire. Já amaldiçoou você e sua filha várias vezes… Que mulher podre de espirito, sem luz, sem valores.. Louca!!
      Te aconselho não depender do marido, pois se for pra esperar teu marido dar dinheiro pra você fazer faculdade e investir em você, pode esperar sentada.
      Corra atrás dos seus sonhos e não dependa de ninguém.

      1. Eu tenhotentado a todo custo conquistar a minha independ3ncia, mas nao tem sido facil. Me sinto violentada de todas as formas por todos q m cercam.

  12. Espelho da alma vc já tem um plano B? Vai guardando dinheiro. Vai se preparando para sair de casa se necessário. E não! Vc não tem obrigação de ser babá, enfermeira de ninguém!!! Muito menos empregada de uma velha sem vergonha e sem noção. Parabéns por ter enquadrado seu marido! Quem sabe após o susto ele repense as prioridades dele.

    1. Eu tive plano a, b , c… a verdade eh q estou cansada da vida q levo. Faco o possivel e impossivel para sair desta situacao. A unica q s incomoda c toda esta situacao sou eu pq meu esposo eh feliz c a mae q tem e c a dibamica do relacionamrnto deles. Percebi que nao nao adianta lutar pelo meu casamento. Estou faz3ndo o possivel e o impossivel para ter minha independencia e percebo q devido aos comentarios da minha sogra, meu esposo nao vai m ajudar pq ele sempre achou q eu iria embora. A verdade eh q assim q eu puder m sustentar e dar um conforto p minha filha q tem 01 ano, eu realmente irei embora pq sofro muitas humilhacoes. Infelizm3nte nao tenho apoio da minha familia q criei ou da minhafamilia d origem . Minha mae, irmaos , parentes, Sogra… me tratam como uma divida. Me sinto uma inutil que rema sempre contra maré e morre afogada.

  13. Gente…vim ler os causos aqui e pensei. Mas porra, esses homens são todos iguais? Tenho um bom marido, mas poxa, quando a mamãezinha dele entra no jogo, adivinha?
    Ele muda.
    Ela viu ele lavando louça em casa, umas duas ou três vezes em casa e reclamou. Ela ficou irritada pq o filhinho dela ajuda em casa. Fez umas brincadeiras idiotas e ele não cortou. Achou que gostou de ver a mamãe defendendo ele da Cruela Devil.

    Fácil…pq ela é madame e nunca precisou trabalhar. Eu trabalho 3x o que ele trabalha. Ok. Não me importo pq ele leva e busca as crianças. Assim, pelo menos um de nós fica mais com os garotos.
    E agora, sem falar comigo inventaram o Natal lá em casa!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Ouvi e fiquei quieta. Com cara de: odiei. Ainda ela me sai com essa “só nossa família”. Ou seja, ela vai determinar que eu não posso convidar ninguém. Não ligo pq eu não quero contato com minha família. Mas pq tenho que aguentar alguém me dando ordens?? Pq ela é idosa. Não aguento nem a minha família quem dirá a do marido.

    Em seguida ela vem falar comigo sobre a comida do natal. Só respondi: Não vou estar aqui. Vou trabalhar nesses feriados. Ela ficou indignada; como vc pode trabalhar no natal??

    Eu to tão chateada!! Esse machismo. Por mais que a gte trabalhe o triplo ainda tem que fazer mais que os bbs da mamãe.

    1. É fácil programar as coisas para a casa dos outros né? E ainda por cima estipular quem vai ou não, se ela quer comemorar somente com a família dela que o faça na casa dela não na dos outros. É melhor minha sogra nem inventar história, em um Natal anterior ela simplesmente disse a meu esposo que viria passar o Natal em nossa casa viria ela, sogro, seis netos, cunhado, cunhada e concunhado, e o pior viriam para dormir, ela sabe que minha casa é pequena e já foi se convidando para dormir na casa da minha mãe que é nas mesma rua que a minha. Dei um chega pra lá no marido e mandei ele avisa-la que estava fora de cogitação, povo folgado. Nesse Natal é a mesma coisa não quero ninguém aqui, e o ano novo iremos passar em outro estado, nem vou dar brecha. O engraçado disso tudo é que eles não comemoram o Natal, mas não dispensam uma boca livre, haja paciência.

  14. Putz, isso é mal de sogra mesmo, na verdade é mal de gente folgada né? No penúltimo natal minha sogra se convidou para passar o natal da casa da minha mãe e falou se podia levar duas amigas. Meu pai tinha falecido naquele ano e eu já fui logo avisando que ninguém da minha família estava em clima de festa, mas que ela podia fazer na casa dela e convidar quem ela quisesse. Pergunta se fez? Aí não né, querem o boca livre mesmo…

  15. Sogras são themonias, só pode….
    A minha sogra me ignora na cara do meu esposo, e ele o q faz?????? NADA diz q é assim,ahh e ainda ele diz q sou fria com a familia dele, q já ñ faço nada para agrada-los, sempre agradei e nem feliz aniversario ganhei.Eu já avisei q natal e ano novo passarei sozinha na minha casa, cansei de ficar fingindo em todos os lugares só pra eles aparentarem a familia perfeita.Meu emocional ja ñ aguenta.

    1. Sério que ele diz que você é fria com a família dele? Ah me poupe! Tenho uma raiva disso, os sogros maltratam e ignoram e é nora que tem que agradar. Seu marido é bem banana, ele age dessa forma porque para ele está bom, quem está sendo maltratada é você. Queria ver se ele estivesse em seu lugar, se ele teria a mesma opinião.

      1. Eu já tive várias conversas colocando ele no meu lugar mas não adianta. Eu moro longe da minha família são 14hs de viagem , não tenho ninguém apenas ele a família dele. Estou com depressão , já não aguento mais esta situação .

        1. Dakota, cuidado. Ter seu marido e a família dele ressaltando a td hora que vc tem que ir atrás..que vc é a ruim da história só vai te transformar em alguém submissa e infeliz.
          Vc não é empregada e nem deve nada a família dele! Se posicione! Ninguém casa para carregar essa cruz.

  16. Boa tarde meninas, alguém sabe de um fórum ou grupo de pessoas que optaram em não ter filhos? Por favor, se alguém puder me ajudar. Estou chegando aos 35 e nada do desejo de ser mãe acontecer…. Só consigo pensar de forma racional e a gravidez me apavora em todos sentidos. Saí de dois consultórios médicos arrasada com dedos apontados e solicitações de exames – como se eu quisesse ou estivesse tentando engravidar – desde contagem de óvulos até ultrassom com contraste no útero. Estou bem e saudável, não vou me submeter a esses tipos de procedimentos para apenas me alertarem que o alarme já tocou pra mim. Essa fase é angustiante, solitária e desoladora. Obrigada.

    1. Marina eu não sei de nenhum grupo, mas queria te dizer pra não se sentir sozinha. Também estou com quase 35 e não tenho vontade nenhuma de ser mãe. Zero. Acho que se eu engravidasse ia entrar em pânico.
      As pessoas nos cobram mesmo, algumas acham que é obrigação da mulher ter filhos. Já ouvi gente me dizendo: ‘mas como que você não quer ter filho? Mulher ter que constituir família, isso e aquilo’ Eu não quero… simples assim.
      Acredito que muitas queiram ser mãe e são felizes assim, e se sentem realizadas. Porém, não é meu caso. Eu quero fazer outras coisas na vida, e ter filhos não está entre elas.

      1. Oi Sakura, muito obrigada pelo apoio e por compartilhar! Nunca imaginei chegar em um dia que me apontassem o dedo falando: precisa engravidar logo. Hoje o que me deixa angustiada não é o julgamento dos outros e sim a angústia em ter que decidir em 1 ano. Do tempo estar acabando, eu precisaria de mais 10 anos no mínimo para me sentir pronta, minha cabeça e meu corpo – tenho medo da experiência da gestação, dos 9 meses, de ser difícil e penosa pra mim. Meu marido e eu ainda queremos fazer muitas coisas juntos, nos encontrar em alguns aspectos, não é hora de nos responsabilizarmos ou nos dedicarmos exclusivamente por outro, por mais que biologicamente seja esta a minha hora. E no fundo, por mais que eu tente visualizar a minha vida com um filho sinto que – assim como casar de vestido branco na igreja, esse nem de longe é meu objetivo de vida, meu sonho, meu norte, pra onde olhei durante esses 30 e poucos anos. Espero encontrar serenidade e luz para as minhas decisões. Abraço

        1. Sabe que esses dias eu falei exatamente a mesma coisa pro meu marido? Que eu precisava de uns 10 anos pra poder, quem sabe mudar de ideia? Eu tenho muita coisa que ainda quero fazer, e ter filho agora iria acabar me tirando isso, acho que eu seria meio infeliz. Eu comecei minha faculdade agora e tô desempregada. Posso estar errada e a maternidade me fizesse mudar de sentimento mas… é como eu me sinto no momento. Sem contar que eu acho que seria uma péssima mãe.
          Só que eu acho que você não deveria se cobrar tanto assim em relação ao tempo. Ok que a ciência diz que 35 anos é a idade máxima ideal, mas tem muita mulher aí que teve filhos depois disso e sentem que fizeram a coisa certa, além de terem filhos perfeitos.
          Eu quando penso na gravidez em si também fico meio assim, e quando se fala no tipo de parto piorou… acho que as mulheres que são mães são muito guerreiras em aguentar a dor… todas elas. Eu admito, sou uma franga com isso.
          Olha Marina se você quiser falar algo a mais, vou te deixar meu email, sinta se a vontade: sakuracdn@outlook.com
          E qualquer coisa tô por aqui 🙂

          1. Meninas, eu optei por nao ter filhos. Confesso que quando cheguei aos 35 dei uma balancada, mas consegui racionalizar e cheguei a conclusao de que me sentia pressionada mais por convencao social do que por uma vontade legitima de ser mae. Fui cobrada? Sim e sempre fui bem clara em relacao a minha opcao. Na verdade, parece que nos mulheres somos obrigadas a nascer com instinto maternal e, no meu caso, essa peca veio faltando. Tenho medo de me arrepender? Sim, tenho um pouco, mas se isso ocorrer posso optar por adocao, entao tento levar isso de forma mais leve. Acho que seria pessima mae, sabe? Fora a falta de vontade mesmo. Ja me falaram cada coisa: que eu vou terminar a vida sozinha e por ai vai. Da tristeza ouvir isso? Sim, da tristeza e algum medo mas, respondi na lata: nao tem problema se eu ficar velhinha sem filhos, ganho bem e vou para um asilo legal para conviver com pessoas da minha idade e mesmo se tivesse filhos iria para um asilo, porque odiaria ficar empatando a vida dos outros. Olhos arregalados e fim do assunto.
            Essa opcao e muito pessoal, e importante estar bem resolvida em relacao a ela.

          2. Sakura, infelizmente a vida não está encaixada como deveria aos 35 né. E mesmo assim, ainda tem minha cabeça e meu corpo, que sinto que não estão “fortes” o suficiente para uma gestação. Sim, tenho pânico quando dizem: que o pé do bebe esta nas costelas ou olha ele mexendo, olha a pele esticando, me dá um nervoso. A imagem do pezinho empurrando desenhado na barriga. Não tenho medo do parto, da cesárea sim! cortando as camadas ali, mas tenho uma “gastura” (desculpe o termo!) da gestação, dos 9 meses, tenho agonia em pensar.
            Por mais que minha percepção de mundo estejam mais alinhadas e minhas expectativas mais maduras, o momento não pede um filho. Meu estilo de vida e do marido não favorecem a maternidade. Esse nunca foi meu principal objetivo. Vou seguir por mais um ano focando profissionalmente e um lugar para nos estabelecermos, criarmos raízes e reavaliar, pela última vez, a questão da maternidade. Acho incrível acompanhar o olhar de uma nova pessoa para o mundo, até mesmo o educar. Mas a ideia de mudar totalmente o foco e dedicar-se pelos próximos 30 anos quase exclusivamente ao filho, o timing está errado. Fora que o mundo hoje em dia, não é tão convidativo assim.
            Sou feliz com meus sobrinhos, de forma saudável, não projeto neles meus filhos (como muitos dizem que irei fazer se não os tê-los!), pelo contrário os vejo pouco durante o ano, mas sou uma tia interessada e disponível, mas sou apenas tia, aqui, distante do meu lugar.
            Sobre o tempo, até entendo a ideia de vai demorar dois anos ao invés de aproveitar este período que corre menos riscos? Eu tenho certeza que o melhor que fiz foi esperar, agora preciso ter certeza que definitivamente o melhor que irei fazer será não tê-los. Obrigada pelo e-mail! Vou reorganizar as ideias e sim, precisarei discutir alguns pontos com alguém que também veja a maternidade de outra forma. Abraço!

          3. Oi Tita!
            Estou justamente nessa “balançada” mas minha maior angustia é quando penso em que deveria ter um filho no próximo ano, no quanto isso me apavora, mas do que a ideia de simplesmente não ter filhos! E o que me deixa mal em não tê-los é a pressão da sociedade, os julgamentos, mas acho que isso será uma fase para nós, os julgamentos persistirão a vida toda, mas para nós será um caso encerrado. Como escreveu: “olhos arregalados e fim de assunto”.

        2. Olá Marina!
          Acho muito invasivo o comportamento dos médicos que você citou. Não cabe a eles direcionar decisões importantes da sua vida.
          Se você não deseja ter filhos, reflita e tente tomar uma decisão mental, resolver consigo mesma… Não é fácil tomar decisões.

          Super abraço!

          1. Oi Eleonor, tudo bem?
            Nossa, demais. O primeiro foi o cirurgião plástico, passei 40min tentando interrompê-lo a simplesmente me examinar – o real motivo que fui lá né! – e ver se fisicamente aquela questão esta ok. A ginecologista mudou o discurso de que: não é porque você vai completar 35 anos que no outro dia sua fertilidade irá cair 50%, é um processo que começará a evoluir mais rapidamente aos 35… Para, você tem que engravidar logo, não pode mais esperar! Toma aqui uns exames – nem tentei ainda porque fazer exames tão invasivos? sou saudável, ovulo, exames de sangue perfeitos, não tomo nenhum remédio de uso contínuo, não tenho nenhuma queixa, tipo, o que aconteceu??? – Resisti em fazer um exame e disse que voltaria daqui 6 meses, antes do próximo aniversário, para refazermos os exames – coisa que faço com ela desde de sempre. De 6 em 6 meses estou lá! Incrível Eleonor, me tiraram do eixo.

            Ainda tenho um ano e vou me dá-lo de presente. Meu foco até o próximo ano será manter uma boa saúde e força física, alinhar a vida profissional, o que tenho que fazer independente de uma futura gestação. E aí tomaremos de fato nossa decisão, vamos verificar se continuará sendo a mesma.

            Obrigada pela atenção! Grande abraço.

        3. Marina, eu honestamente acho que você não deveria se pressionar tanto assim, seja pelo que a sociedade te impõe, ou pelo que a ciência diz.
          Acho que ter filhos é uma decisão séria que deve ser tomada com tranquilidade, a pessoa tem que realmente querer isso. Nem você e seu marido querem ter filhos, então sigam assim. Sem contar que como você disse, existem outras coisas que no momento são prioridade. Também acho que essa pressão que você faz sobre si mesma: ‘eu só tenho um ano pra decidir’ – eu não concordo, você pode ter filhos depois. E é bem claro que você não está preparada pra isso, devido ao pânico que tem quando pensa ou vê algumas situações. Enquanto se sentir assim, não decida nada. Eu também tenho isso, então nem penso no assunto, não me pressiono nem nada. Se um dia eu tiver vontade, converso com meu marido.
          E assim como seu marido, eu não queria ter filha menina, se eu tivesse, eu queria um menino, só que infelizmente a gente não escolhe…
          Acho que a Tita está mais do que certa nas ‘cacetadas’ que ela dá nas pessoas, elas não tem que decidir sua vida, eu morro de raiva de gente que fica querendo colocar a vontade delas ou as opiniões não pedidas como se elas fossem as donas da razão. Devido a minha personalidade, eu também não meço muito as palavras, porque se você não for direto com as pessoas, elas ficam insistindo e querendo fazer você engolir o que elas acham certo. No passado, me perguntavam se eu ia ser mãe e tals. Hoje ninguém fala um A. Cada um que cuide da sua vida, e viva com suas escolhas, e deixe os outros viverem com isso também.

    2. Oi Marina, eu nunca pensei em ter filhos, sempre trabalhando e estudando muito. De verdade nunca pensei que mudaria de ideia, tinha plena convicção que nunca seria mãe, pois a maternidade não estava nos meus planos. Mas aí meu pai faleceu e 2 anos depois meu marido me convenceu, o sonho dele era ser pai, mas casou comigo sabendo que eu não queria ter filhos. Engravidei aos 38 anos, no exato mês que parei o anticoncepcional. Também me irritava muito com os médicos, que desde os meus 32 anos me enchiam com isso. Eu não tive nenhum problema de saúde por causa da gravidez, mas os 9 meses foram horríveis, tem mulher que fala que não sente nada, mas eu passei muito mal o tempo todo. Tem que ser uma decisão muito consciente mesmo, porque a responsabilidade é enorme. Não me arrependo da minha escolha, mas cada escolha uma renúncia, minha vida mudou totalmente, tive que adiar planos e passar por coisas que se não tivesse filho não passaria (voltar a morar com minha mãe, motivo pelo qual descobri esse blog). Porque mesmo achando que nossa vida estava estabilizada, meu marido perdeu o emprego e passamos por dificuldades financeiras. Enfim, não se sinta pressionada pela sociedade ou por quem quer que seja, é uma escolha individual e é possível ser feliz com ou sem filhos. Boa sorte!

      1. Olá! Obrigada por compartilhar. Hoje, tenho certeza que não quero e como disse tenho angústia em pensar que tenho que um ano pra (se for o caso!) me sentir pronta para uma gestação. Eu acho que não gostarei de estar grávida, da condição, do corpo (não da gordura) mas das mudanças todas internas, tenho uma aflição desde de cedo com ambientes hospitalares, cirurgias, orgãos… Não me arrependo de ter chegado aqui sem filhos, tenho certeza que foi a melhor decisão. Só espero que tenha um gatilho como o seu pra ficar convicta de minha decisão. Meu marido disse que prefere não ter, tem desespero em pensar em ser pai de uma menina hahahah – acha que sofrerá um bocado mesmo sabendo que seria uma mãe empoderadora. E depois de meditar sobre a gestação, vem essa parte de procurar alguma estabilidade sim para poder oferecer boas condições para uma família, andamos em uma fase tão incerta né. Sei que se fosse meu maior objetivo e meu grande desejo encararia e arregaçaria as mangas, mas hoje o que tenho é um não e muito medo – da decisão futura. Estou me esquivando das pressões e sendo honesta comigo mesma e com minha situação. Obrigada pelo relato da maternidade possível e saudável aos 38. Abraço!

  17. Meninas, alguém da área de comportamento consegue me ajudar?

    Há uma pessoa no meu trabalho que faz acompanhamento psiquiátrico, ela deveria me ajudar, mas passa o dia todo reclamando do marido, dos filhos dele, falando de si mesma, ora em tons megalomaníacos, ora se sentindo humilhada pq acha que não pode ostentar o padrão que mereceria. Além da extrema vaidade em relação à aparência, ela age de modo a seduzir o grupo, criando situações em que ela teoricamente favorece as pessoas e eu, com dificuldade de impor limites, acabo deixando as situações mal resolvidas.
    Sei que ela vem me relatar problemas, a fim de me colocar contra determinadas pessoas. Tenho a impressão de que ela tenta isolar determinada(s) pessoa(s), me dizendo coisas como: “As pessoas estão de olho que ela fica aqui na sua sala”, sendo que a pessoa foi à minha sala para utilizar o sistema… Quando vi a pessoa novamente, fiquei constrangida, achando que não deveria falar com ela.
    Mas pensando agora… Ela fica o dia todo aos cochichos e conversas com outras pessoas. Sendo que eu sim, deveria tomar atitude com ela, para que trabalhe. Mas desanimada de fazer isso, acabo deixando pra lá, pois tenho a sensação de que ela vive no limite de suas emoções.

    O que posso fazer em relação a isso? Como posso lidar com ela? Hierarquicamente, estou um posto acima dela e devo responder por tudo o que acontece…

    1. Não sou profissional da área, mas posso tentar ajudar.

      1) É setor público ou privado? Removê-la do seu setor é uma opção?
      2) Se você está numa posição hierárquica, é seu DEVER fazer com que o clima de trabalho seja adequado. Ou seja, enquanto você está com dó dela, pode estar prejudicando diversos outros colegas que estão sofrendo com a interferência indevida dela.
      3) Uma das primeiras ações seria você se blindar. Você já está percebendo que as atitudes dela são nocivas, então não deixe que ela te controle. Para isso, vejo duas opções: 1) escutar de forma neutra o que ela fala, sem emitir opinião e sem deixar se influenciar, 2) cortar o assunto assim que ela começar – “Obrigada, Fulana, mas nosso foco aqui deve ser o trabalho”
      4) Talvez a mais importante: trabalhar a sua dificuldade em impor limites. Meu segredo para isso: voz calma, sorriso no rosto e objetividade (frases curtas, diretas – algumas coisas precisam ser simplesmente comunicadas, não justificadas).

    2. Essa história de problemas psiquiatriacos é totalmente difente de falta de caráter.
      Tenho problemas psiq. e posso te falar que não hajo dessa forma.
      Ela tem má indole!
      Eu sou prova viva de que quem tem um problema desses, deixa a pessoa mais quieta, na paz, porque o que queremos é saúde mental e não mais tormentas, guerras e picuinhas
      Essa sua colega, é uma sugadora de energias, e de “doida” ela não tem é nada.
      Cuidado com ela!

    3. Eleonor,

      Você vai precisar separar OBJETIVO e SUBJETIVO nessa situação.

      Como a responsável pela sua seção/departamento/equipe, você sabe quais tarefas designou aos seus subordinados e quais são os prazos para o cumprimento das mesmas. Uma coisa que eu já fiz e deu certo: anotava TODAS as tarefas, o responsável, dia e hora em que foi repassado e prazo de entrega. Essa é a parte OBJETIVA do seu trabalho, garantir que as atividades sejam realizadas.

      Quanto à parte SUBJETIVA… não há o que fazer, a menos que interfira no andamento da empresa. Se os “poderes de sedução psíquica” dessa senhora atrapalham os outros, uma reunião com todos, sem citar nomes, deixando claro que as conversas paralelas estão atrapalhando a produtividade, pode dar certo. Estar sempre ocupada quando ela tentar falar mal de alguém sempre dá resultados – fiz muuuuuito isso. Com gente como ela, costumo usar a regra dos 50%: sempre assumo que metade do que a pessoa está dizendo sobre a outra é exagero ou mentira, e procuro entender qual é a intenção da mesma ao me trazer a fofoca. Não deixo que o meu juízo sobre os outros seja formado através da opinião de gente maledicente e insatisfeita.

      Não tenha peninha pelo fato de ela fazer tratamento, tomar remédios e coisas assim. Boa parte das pessoas tem problemas, faz terapia, usa medicação e nem por isso se perde criando intrigas no local de trabalho. O desvio de caráter que essa mulher tem só vai prejudicar o local de trabalho se ninguém cobrar que ela entregue as tarefas em tempo hábil e se todos começarem a se pautar pelas opiniões dela. Ignorada, é inofensiva.

      1. X, Amor próprio e Chorosinha, obrigada pelo apoio!!! Depois tento escrever de modo que não dê muita bandeira.
        Obrigada!!!!

  18. A mãe do meu marido já me fez muita maldade, declaradamente não gosta de mim. O marido dela é um banana que não gosta de mim só para apoiá-la. Com isso, passei a não suportá-los. Meu marido reconheceu todo o mal que a mãe dele nos fez, acabamos nos afastando da família dele, e acabaram a maior parte dos problemas. Só que a mãe dele liga pra ele todosss os dias, nunca pede pra falar comigo, mas ao final da conversa sempre diz: manda um beijo pra fulana! Isso me mata de ódio. Ele não repassa mais esse recado pra mim, eu acabo ouvindo pq ele fala com ela perto de mim, mas me dá ódio da falsidade. Isto exposto, nunca sei como proceder nas datas comemorativas. Moramos longe tanto da minha família quanto da familia dele. Meu marido sempre fala ao telefone com minha família em aniversários, dia das mães, dia dos pais. Eu nunca sei como proceder com relação à família dele. O dia dos pais tá chegando, o aniversário da mãe dele também e eu fico sem saber se devo ou não desejar parabéns por telefone. Minha vontade é não falar com eles nunca, mas às vezes acabo falando pra agradar meu marido. Cada data comemorativa é um sofrimento pra mim, pq fico pensando muito se devo ou não falar com eles. Como vcs lidam com isso?

    1. Seu sogro não é seu pai, pra que essa preocupação besta de telefonar ou mandar mensagem.
      E no niver da sua sogra, mande só só um sms com um parabéns, felicidades, bem seco.
      E só!
      Problema resolvido.
      O pai é dele e a mãe também.
      É o que faço!

    2. Você pode fazer como ela e pedir que seu marido transmita as felicitações (aparentando que se importa). Minha mãe é falecida e eu nunca felicitei minha sogra no dia das mães, apesar de nos darmos bem.

      O que me incomodou foi que ela nunca veio aqui pra me felicitar no meu aniversário e eu não estava com vontade de ir até o chá que ela fez em casa no aniversário dela. Quando falei com meu marido, ele disse que entendia, mas que a mãe dele ficaria triste. Paciência…não fui.

      Agora meu marido tá tentando me convencer a ir no churrasco que o pai dele fará no dia dos pais, pois sempre almoçamos com meu pai e passamos o restante da tarde com o pai dele. Esse ano não estou com vontade de ir no pai dele e paciência…gosto muito do meu sogro, mas não gosto de festas e os churrascos na casa dele são com música super alta, álcool, gritaria. Apesar de me tratarem super bem, eu adoro ficar no silêncio da minha casa, em paz! Não irei.

      Paciência…kkkkkkk

  19. URGENTE!!!
    Meninas, voces lembram que um ou dois meses atras eu postei aqui falando dos amigos do meu namorado, que eles me tiraram de um grupo de casais e nem falaram nada. E que antigamente eles eram meus amigos e depois que eu reprovei não falaram mais comigo.
    Pois bem, hoje eu cheguei da faculdade e tinha um monte de mensagem no wpp de parentes e amigas minhas mandando eu olhar meu facebook e perguntando que postagem era aquela.. Fui olhar e estava dizendo brincadeiras e coisas feias com o nome do meu namorado ( usamos o facebook coletivamente) então, primeiro tirei print de tudo, até de quem curtiu e apaguei logo em seguida, meu namorado tava trabalhando e não tinha visto, mandei os prints e ele disse que não era pra eu ligar porque era besteira e diretamente não me atingia nem tinha meu nome, mas eu fiquei assim porque com certeza a pessoa leu minhas conversas no mensseger com meu namorado e tinha coisas intimas e quem garante que a pessoa não tirou print das conversas, eu, ele e a mae dele temos certeza que foi algum amigo dele e com certeza foram esses que não gostam de mim, pois os mesmos curtiram a publicação com emoji de brincadeira em tom de deboche. Gente, meu namorado disse que não ai fazer nada, mas eu quero fazer, quero pelo menos meter medo neles e perguntar se eles sabem quem fez isso,com educação ( porque não tenho prova se foram eles) , se eles rirem ou algo do tipo é que falo que se eles souberem quem foi é pra pedir pra pessoa procurar o que fazer e se a pessoa tiver visto ou tirado print das conversas eu vou procurar a justiça. O que voces acham que eu devo fazer? to muito nervosa com isso, eu tava tão bem esses dias.

    1. JJ, o facebook lá em configurações – em segurança e login – você consegue ver quem logou no seu fb, qual marca e modelo caso tenha sido pelo celular, ou se foi em pc, mostra o navegador e horário.
      Também existe uma opção que toda vez que um dispositivo não reconhecido logar no seu facebook, você recebe um email avisando que tem alguém mexendo, inclusive mostra até o IP.
      Eu particularmente não teria um facebook coletivo, você pode criar o seu, assim evita essas coisas já que eles não gostam muito de você, e podem aprontar novamente, e já que seu namorado disse que não vai fazer nada.
      Mas essas são boas opções pra você ter uma ideia de quem possa ter sido.

      1. Assim que eu vi, pensei assim. Mas logo depois lembrei que tem conversas minhas com meu namorado e com algumas amigas. E o Facebook tá no meu nome… e é muita cara de pau viu

    2. JJ,

      Estou tentando entender o que aconteceu: o seu namorado deu a senha do facebook para alguém? Emprestou celular / computador com o face logado?

        1. JJ,

          Poxa, está muito estranha essa história.

          Ele não sabe como aconteceu e nem sequer está preocupado? A intimidade de vocês exposta e ele age como se isso não fosse digno de investigação?

          O mais provável é que ele SAIBA SIM quem acessou a conta de vocês, que ele tenha dado o celular na mão de um amigo em um momento de brincadeira, de zoação, e que agora esteja com medo/vergonha de falar isso para você e tomar uma bronca.

          Entenda uma coisa: não é tão fácil assim como se imagina invadir o perfil de alguém. E também não é tão comum conhecer um hacker ou alguém que saiba fazer esse tipo de coisa.

          Pelo que você contou, isso está com todo o jeito de ser uma brincadeira sem graça que não deu muito certo.

          Aproveite essa ocasião para separar o seu perfil do dele, e, por favor, não forneça a sua senha a ninguém, nem mesmo ao seu amado. Privacidade é tudo nessa vida.

          Confrontar os amigos dele, nessas circunstâncias, só vai fazer parecer uma daquelas namoradas histéricas, LOUCAS, como eles gostam de nos chamar. Se já não te apreciam, o seu ibope vai cair ainda mais depois dessa “chamada”.

          1. JJ, a Chorosinha disse exatamente o que eu pensei… eu tô achando essa história muito estranha também. Mas como as vezes eu penso demais, e vejo maldade em tudo, prefiro ficar quieta. Mas eu concordo com cada palavra que ela disse, não é fácil descobrir senha dessa forma. E como não tem vestígio algum que seja desconhecido, mesmo que a pessoa apague as entradas, não tem como apagar a última, só se marcar pra sair de todas as sessões. Aí apaga todo o registro.

  20. JJ em relação as conversas é só excluir, se a pessoa tirou print e expor vc pode procurar uma delegacia, isso é considerado crime de internet, do resto não da muita ibope não.

    1. Eu exclui assim que cheguei em casa, mas não adianta tanto assim, se a publicação tinha sido a uma hora atras com certeza deu tempo da pessoa ver as conversas, tirar print e fazer o que quiser

  21. Vcs são um casal mas não são uma pessoa só. Desculpe mas eu acho que um relacionamento saudável começa com um mínimo de privacidade.
    Pros amigos tbm é uma situação bem desconfortável esses perfis de casal. As vezes vc quer marcar um deles em alguma postagem que acha legal e do interesse dele ou dela, ou apenas mandar uma msg pra um deles perguntando algo e nunca sabe qual dos dois vai ver ou responder. Pior ainda no dia do aniversário que ninguém sabe pra quem tá dando parabéns…

    Honestamente, eu acho uma coisa tão desnecessária…Fica parecendo que quer controlar a vida inteira do parceiro. Uma coisa possessiva. Qdo vejo esses perfis de casal a imagem que me passa é de um casal extremamente inseguro, que acredita que só assim pra “ninguém dar em cima” ou o parceiro não “dar em cima de ninguém ” pq sabe que está sendo vigiado.

    Enfim, não acho que vc deve falar com nenhum amigo dele. A brincadeira não era com você e seu namorado não se importa aparentemente. Caso vc se meta pode ter certeza que vai sair de “namorada chata”.
    E honestamente procurar a policia por causa disso é uma perda de tempo infinita. Sério. A policia está atolada. Não consegue investigar nem estupro e roubo, as cifras de esclarecimento são aterradoras. Quem dirá postagem em facebook tirando sarro de alguém sem qualquer conteúdo relevante.

  22. Kitty falou exatamente o que eu penso sobre perfil de casal. Passa a impressão de insegurança e falta de confiança. Facebook é de graça, da pra cada um ter o seu.

    Fora que é muito chato pros amigos não poderem mandar uma mensagem particular. Se eu quiser desabafar com uma amiga, ou marcar num post sobre cosmético não vou poder pq o namorado dela estará lendo?

    Aproveita que seu namorado fez pouco casa da sua preocupação é faz um perfil só seu.

  23. “Vcs são um casal mas não são uma pessoa só. Desculpe mas eu acho que um relacionamento saudável começa com um mínimo de privacidade.”

    Sem mais. Falou tudo.

  24. Eu também penso exatamente igual a Kitty. Tenho uma amiga que possui fb coletivo, e acho muito chato ter que falar com ela, sem contar que eu tenho que perguntar: ‘fulana tá aí?’ Ela fez fb assim de tanto que enchiam o saco do marido dela, que é músico.
    Eu não quis falar isso, mas já que a Kitty disse, eu concordo 100% com ela.

  25. Gente, estou de volta!

    O casamento foi lindoooooooooooooo! Do jeito que esperávamos. Na verdade, muito melhor. Cheio de emoção.

    Fofo fez um discurso surpresa e perguntou se minha filha o aceitava como pai de coração. Foi a coisa mais linda do mundo.

    Enfim, muitas coisas. Sogra ficou o tempo todo posando pra fotos. Eu tirei cinco minutos de oficiais depois fui curtir. Foi tudo lindo e ela não atrapalhou nada.

    🙂

    1. Que maravilha KitKat, fico muito feliz por você e te desejo todas as felicidades do mundo nessa nova etapa de vida!

      1. Obrigada, meninas!!! Viajamos, foi tudo lindo! 🙂

        Nessa viagem, conversamos muito. Já batemos muito papo, mas sem essa parte do casamento, falamos muito mais. E ele se abriu muito: sabe que a mãe não foi a mãe que devia ter sido, que era irresponsável e que meio que se obrigava a ter laços com ela. Mas, que ele nunca teve muito carinho dela e ele também não sente falta.

        Que ele não gosta dos dramas da mãe e por isso, corta. E eu disse que no começo era uma enorme preocupação pra mim que ele achasse que tinha que fazer todos os “querer” da mãe dele. E ele disse que muitas vezes se sentiu pressionado e que custou muito a aceitar que ele tinha “genitores” e não pais, de ambos os lados (o que é muito triste mesmo).

        Foi uma conversa bem densa, mas necessária e esclarecedora.

  26. Parabens, KitKat! Que legal! Fora o sucesso do casamento, seu marido ainda demonstrou para você uma coisa muito importante para um casal: cumplicidade. O fato dele ter se aberto sobre a família, o que sente e como pensa demonstra que ele vê em você uma pessoa na qual pode confiar. Fora o amor, amizade e tantas outras coisas importantes num casamento, acho que a cumplicidade é um grande sinal de que tudo vai de vento em popa!

    1. Tita e meninas, obrigada, viu?

      Foi um momento muito importante pra nós. Ele, pela primeira vez, pode dizer que sabia que a mãe era chantagista e que ele nunca se sentiu amado por ela. Que agora quando ela vem com essas coisas de abraçar e dizer que ama, ele fica muito sem jeito, mas que a perdoa. Mas, é ciente que a mãe não foi o que deveria ter sido.

      Eu não queria estar no lugar dele. Afinal, o pai é outra bela bosta…

      1. Parabéns pelo casamento KitKat!! Deve ter sido muito emocionante ver o seu marido pedir fazer essa surpresa! Estou mega feliz por você! Também estou feliz pela conversa franca entre vocês, tem tudo pra dar super certo!😘

  27. KitKat, parabéns e tudo de bom. Meninas vários up para o marido da Kitkat, afinal ele já começou o casamento com coisas boas e positivas.

  28. Meninas, os sogros de vocês ajudaram de alguma forma no casamento de vocês? Deram algum presente? Perguntaram se precisavam de alguma coisa? Minha sogra só abriu a boca pra perguntar se podia chamar a namorada do filho kkk

    Ps: Eu sei que eles não tem obrigação de ajudar ou dar presente, se queremos casar é pq podemos arcar com tudo. Mas acho tão estranha a atitude deles.

    1. Os meus não deram um refri, mas eu tb não esperava nada deles mesmo. É o tipo de família que só aparece pra comer, quando muito dá uma lembrancinha de 1,99. Mas eu faço as
      Coisas por mim e pelo marido e não pra eles, então não espero nada

    2. Deus me dibre!!!! Ela ofereceu ajuda porque fizemos tudo no braço. Mas, tinha que ir buscar e levar a princesa, então eu recusei.

      Minha sogra comprou um presente fora da lista: um jogo de panelas que nem preciso porque nem na lista não tinha. Não sei se era só pra contrariar.. enfim, troquei por crédito e peguei outra coisa.

      Melhor assim. Se não ajudam, não podem atazanar. Vá por mim!

    3. Estamos com os preparativos do casamento agora. Será só um almoço no civil e uma viagem, e ao mesmo tempo estamos de mudança para outro imóvel. Minha sogra tá doida pra “ajudar”. Liga sempre perguntando o que decidimos, o que queremos, que pode deixar que ela dá isso, pode deixar que ela dá aquilo outro.
      Eu, sinceramente, prefiro que ela não ajude em nada. Pra mim é muito mais uma forma dela querer estar por dentro de tudo que tá acontecendo e palpitar. E conhecendo a sogra, tenho certeza que ela vai dar com uma mão e cobrar com a outra. Tá enchendo o saco pra dar presente de casamento mas dois meses atrás tava em casa fazendo o maior drama que tava passando necessidade, que tinha uns dinheiros pra receber que estavam atrasados, se a gente podia emprestar pra ela caso precisasse.
      Quando ela veio com essas conversas do casamento logo disse: “Dona fulana, não temos nada com relação as comemorações decidido ainda, fica tranquila que quando decidirmos você será comunicada. E quanto ao presente fique tranquila, não estamos precisando de nada, aproveita pra colocar na sua poupança, porque com os gastos que estamos tendo agora provavelmente não vamos conseguir ajudar você caso se enrole”.

      Enfim.. as vezes a ajuda é presente de grego, infelizmente.

    4. Eu dividi com o meu marido algumas coisas do casamento, eles o ajudaram… mas eu ganhei da minha sogra a geladeira.

  29. Olá meninas!

    Bom, queria que vocês me ajudassem em um dilema que estou vivendo.

    Meu casamento é assim:
    Algumas que me acompanham sabem que parei de trabalhar e me dediquei só a família, e o trabalho que faço é diretamente ligado as nossas finanças.
    Nossa renda é toda junta. As contas, os gastos, tudo é feito para que a paz reine.
    Voltei a estudar também e em casa as atividades são divididas.
    Com as nossas filhas o cuidado também é dividido. Damos comida, banho, levamos ao colégio, tudo fazemos juntos ou separadamente, mas nunca sobrecarregando nenhum dos dois.
    As nossas 3 filhas são uma gracinha. Uma de 4, outra de 3 e uma de 3 meses.
    Saímos e viajamos bastante, temos muitos momentos de lazer.
    Meu casamento nunca foi ruim (tivemos problemas há quase 3 anos que era a sogra, mas já foi resolvido), nesse período tive dúvidas se continuava casada ou não.
    Só que agora meu esposo anda sem paciência comigo, parece que vive numa disputa.
    O jeito que ele fala comigo não me agrada. Ele não grita, mas passou a querer diminuir tudo o que falo. No inicio achei que fosse só estresse, mas percebi que o estresse dele não passa nunca.
    Vou dar alguns exemplos:
    – Estou estudando e ele disse que não ia terminar a faculdade.
    – Sou uma mulher que o povo diz ser bonita e “vistosa”, mas posso estar toda arrumada e ele nunca diz que sou bonita, nunca me elogia em nada.
    – Ele pergunta minhas notas e quando acho que vou tirar notas baixas ele diz que preciso estudar, mas quando falo que acabei tirando uma boa nota, ele fica calado.
    – Quando planejo fazer algo, ele diz que falo muito e não faço nada.
    – Disse que eu não era uma pessoa inteligente!!! E não sou mesmo gente, p estudos sou o fracasso, mas na vida prática desfaço nó de escoteiro, mas o que eu pensei foi: precisa falar???
    Nesse mesmo dia perguntei o que tinha feito ele casar comigo e ele ficou pensando. Continuei perguntando e ele não soube responder minha gente!
    Em todas essas situações questiono o pq do comportamento dele estar sendo assim.
    Perguntei se ele tava apaixonado por outra e querendo colocar defeitos em mim, para assim aliviar a culpa.
    Ele diz que não (óbvio).
    Repete a ladainha que só vive para a família e que estou procurando coisa para ficar me preocupando.
    Mas ele não me liga mais quando tá no serviço. Fica online no whatsapp e não me chama.
    Ele tira serviços de madrugada e quando olho ele tá online.
    Passei a bisbilhotar o celular dele em busca de algo, porém não achei nada.
    Fui ao trabalho dele, passei a aceitar as saídas que ele sempre me chama com o pessoal do trabalho dele, porém só para bisbilhotar, pois prefiro sair com a nossa família.
    Será que ele sabe que fiz essas coisas com intenção de descobrir algo?
    Então, depois de ficar mexendo no celular, me senti uma idiota e passei a me distanciar dele, não fisicamente, mas emocionalmente.
    Mas meninas, eu acho que ele tá me traindo. Não sei como descobrir e confesso que não tenho muita paciência de ficar caçando algo.
    Eu sinto que ele tá!!!! Não sei explicar como, nem com quem e nem em que horário, pois ele tá direto em casa, mas eu tenho uma certeza dentro de mim, mesmo sem ter prova nenhuma.
    Agora me mantenho longe de tudo e mesmo ao lado dele, é como se tivesse a km de distância.
    O pior de tudo era ver que ele não percebia que estava distante e no fim quem acabou gostando dessa distância emocional foi eu.
    Gosto quando as minhas filhas choram p dormir comigo e ele tem que ser expulso da cama, gosto quando ele não me beija quando sai p trabalhar e prefiro não fazer sexo. A desculpa é que não sinto vontade por causa da bebê.
    Ontem ele tava falando comigo e eu fingia que ouvia. Não falo nada mais de mim, nada mesmo, porém ele fala dele, do trabalho dele. Mas antes quando eu ainda conversava, nada que eu fazia prestava, não sei se vocês me entendem. O bonitão só quer dois pares de ouvidos.
    Passei a ficar na minha.
    Ele logo disse que sabia que eu não tinha prestado atenção em nada e eu falei grosseiramente, dizendo que ele estava colhendo o que tinha plantado.
    Que se ele queria que eu me distanciasse e pedisse a separação me tratando diferente, era isso que eu ia fazer, pois diferente dele, gosto de resolver os problemas.
    Então ele comprou passagens para um destino romântico, o qual ele nunca teve vontade de conhecer e eu sim, e disse que queria uma lua de mel.
    Falei que não ia pq depois da viagem a gente chega em casa e em “casa” é que a gente vive a realidade.
    Ele disse que me amava, que eu não prestava atenção que ele fazia tudo por mim e que não quer separar de mim jamais.
    Mandei currículos e recebi uma proposta de emprego, porém é mais baixa da que ganho ajudando com nossas vendas, mas falei que mesmo ganhando menos ele que desse um jeito de ser mais participativo lá e que tudo seria dividido. Ele no emprego dele e nas nossas vendas e eu no meu emprego e nas nossas vendas.
    Ele não é muito de brigar, então concordou, mas disse que eu era egoísta.
    Hoje me mostrou os bilhetes e a viagem ainda está distante. Não vou mentir que to morrendo de vontade de viajar e também de me separar, e mais ainda de descobrir a traição, pois acho q ele tá me traindo e tentando bancar o bonzinho que ama a mulher.
    Será que tô loka?
    Alguém que seja minha psicologa, por favor!!!

    1. não vou escrever o tanto que queria porque o tempo não permite.

      tudo é possível, paciente. Mas, acredito que a chegada do novo membro da família pode ter afetado um pouco a dinâmica das coisas.

      acho que se ele quisesse se separar, não colocaria esforço em fazer algo bom por vocês.

      você conseguiria baixar a guarda um pouco? assim, não estou defendendo o marido, mas vi que ele deu uma recuada.

      O que acha?

        1. não quero minimizar, mas passei por pós-parto e sei que é chato demais.

          de qq maneira, ele querer “competir” com vc não é legal e isso ele deve rever já.

          o restante pode ser suposição. não sabemos.

    2. Putz situação complicada, pós parto deve ser trash.
      Acho que vc pode baixar a guarda um pouco.
      Nao sei se vou palpitar direito, mas ai vai o meu palpite.
      Meu pai tentava diminuir muuuuitoooo a minha mãe a partir do momento que ela passou a estudar, a mulher passou na Unicamp com 3 filhos nas costas mas ele sempre fazia piada chamando ela de burra, e afins. Para ele era meio inconcebível ela ser ou ter algo melhor que ele.
      Junta pos parto, 3 filhos, vc na faculdade….tente não tomar nenhuma decisão no momento

      1. Meninas, to mais calma e graças aos olhos de vcs.
        Escrevi um mega texto, mas não foi de jeito nenhum…

        Entao como ta corrido aqui, agradeço o carinho e a atenção de cada uma.

        E vc Leticia, como tá ?
        Beijão, viu!

  30. Querida Paciente,

    Como você acabou de ter bebê, acho que são os hormônios. Meu filho tem 1 ano e meio e nos primeiros meses eu fiquei toda bagunçada emocionalmente. No seu caso como você já tem mais duas filhas, como foi nas outras vezes?
    O pós parto é um momento difícil. Não tome nenhuma decisão agora. Espera mais um pouco. O fato dele não te elogiar nem te incentivar nos estudos é realmente chato, parece que ele está competindo com você, não quer que você seja mais que ele. E isso sim é muito ruim, marido deveria ser o primeiro a apoiar. Talvez insegurança dele, além de bonita, você agora também estuda, talvez ele acha que esteja ficando pra trás. Quanto a traição, não sei opinar. Normalmente mulher sente mesmo essas coisas, mas como você está com os hormônios desequilibrados, não sei se dá pra confiar totalmente nesta tua intuição. Eu sugeriria que você aguarde mais um pouco e observe.

    1. Da primeira minha mãe tava com câncer e eu nem percebi nada de errado.
      Na segunda meu pai que adoeceu e a sogra infernizando… Novamente nada!
      Dessa eu to louca, mas prefiro meus pais sadios, rs.
      Enfim, vou seguir seu conselho.
      Obrigada!

  31. Meninas, gostaria de fazer uma pergunta que talvez seja até meio tosca, mas assim: comecei a trabalhar a 3 dias em um armazém – não sei se alguém conhece esse tipo de trabalho, mas em suma é cansativo, um pouco pesado e não tem lá muito futuro.
    Hoje recebi uma ligação sobre uma entrevista que havia feito anteriormente pra trabalhar com atendimento ao cliente em um escritório. A recrutadora quer que eu compareça em uma entrevista semana que vem no meu horário de trabalho. Tentei mudar para outro horário em que não estivesse trabalhando, mas não foi possível.
    Não sei o que fazer, se invento alguma desculpa do tipo médico ou dentista e tento trabalhar na parte da tarde… não tenho lá muita coragem de pedir pra faltar sendo que mal comecei a trabalhar, tendo em vista que uma entrevista é imprevisível, e tenho medo de me prejudicar.
    O que vocês fariam?

    1. Sakura, eu sou muito responsável com essas paradas de trabalho. Mas, eu iria na entrevista sim. Você mesma não se vê muito tempo nesse armazém, né? Eu arriscaria ir.

      Mas, veja o seu feeling no momento. É uma aposta, né?

    2. Vá a entrevista, você mesmo já disse que o trabalho no armazém não tem muito futuro. Isso significa que você não quer ficar muito tempo aí. Se você tem a possibilidade de ir na entrevista e trabalhar no período da tarde faça isso.

  32. Gente, vcs tem sogra masoquista? A minha é kkk Quanto mais eu trato ela bem, na gentileza, com emojis nas raras interações (ou seja, quando ela nos procura por favores) mais ela é grossa e super seca. Ela não consegue disfarçar o quanto me odeia nessas ocasiões (acho que odeia pedir favores pra pessoa imprestável que ela pensa que eu sou).

    Pois bem, segue o baile: basta eu assumir a postura seca, direta e reta, sem firulas que a senhouuura desenterra o fino trato e passa a agir como uma pessoa decente kkkk Acho que acostumou a ser maltratada pelas filhas e não tem paciência pra gente educada, só pode.

    Porém, admito, adoro quando a máscara dela cai kkkk Ela não me engole meeeeesmooooo!

    1. A minha eu não sei o que é…rs

      Mas, a tua é fora da casinha! Acho o cúmulo tratar mal quando é bem tratada.. eu, hein?

      A minha fala ou dá o telefone para a sobrinha criança ficar mandando cem fotos e audios que eu não baixo, nem olho.

      Ela fala oi e eu digo oi. Fala dois dias depois de novo: oi. E eu cansei da palhaçada e não falo mais…rs

      1. Ontem a senhoura estava falando comigo no whats perguntando que estávamos em casa, pois ela precisava – adivinhem – de mais um favor. Falei que o Marcianão tava no banho e ela respondeu “tá”, bem seca kkkk

        GENTE, ela tava no portão com uma parentada antes mesmo do cara terminar o tal banho kkkk Nem pra me avisar que tava vindo! Que tava trazendo gente! Que raivaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

  33. Sogra chata heim ?? eu nem converso muito com a minha nãe , isso que moramos na mesma casa , graças a DEus nem tenho celular

    1. Não converso com ela , pois ela sempre quer sair por cima da carne seca , pq elas são assim , tenho um filho e não quero sem essa péssima sogra para minha nora . Tenho nojo de pessoas desses tipo

      1. Esse é o problema de Agosto… você acha que está acabando, mas ele nunca acaba de verdade ahahaha .. a última semana então, dura dois meses inteiros rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s